sábado, 20 de outubro de 2018
MARILENE MARQUES MOREIRA é formada em pedagogia, exerce a função de professora, trabalha como empresária no ramo das rendas, preside a Associação das Rendeiras e Artesãos da Praia da Raposa.

Mesmo sem ser marisqueira ou pescadora, MARILENE vem recebendo seguro DEFESO desde 2013, enquanto os pescadores e marisqueiras que exercem a função, e que realmente precisam do seguro DEFESO, não recebem.

Qual é mesmo o caráter que a colônia de pescadores de raposa adota pra colocar esse tipo de gente pra receber o seguro DEFESO?

Enquanto aqueles que de fato que exercem a função, não recebem. Outros que nunca melou os dedos de lama procurando sarnambi recebem o benefício.

Lembrando que: aquele que recebe dinheiro público Federal indevidamente, são cabíveis de processos judiciais, reparação e devolução dos erários recebidos.

Documentos comprovam a verdadeira fraude, feita por Quadrilhas instaladas na Colônia de Pescadores de Raposa Z-53, e pela Presidente da Colônia Pescadores Andreia Sayre Coutinho e a Pedagoga Marilene Marques Moreira ambas vão responder por vários processos e ainda tem mais pessoas envolvidas no esquema.


(1º) Por prestação de conta, da Marilene Marques Moreira a Presidente e Responsável pela Associação das Rendeiras e Artesãos da Praia da Raposa, inscrita no CNPJ/MF nº 12.567.426/0001-00, entidade associativa das rendeiras e artesãos do Município, sem fins lucrativos, com sede à Rua da Lavanderia, nº 223, Cacarape, Praia da Raposa, no valor total de R$ 5.081,00 (cinco mil e oitenta e um reais), com a finalidade de subsidiar a construção da Sede da entidade, conforme acordo firmado entre o Município, a associação e o Banco do Brasil S/A. mais a sede era de faixada, hoje o prédio e alugado para uma igreja evangélica no local. 


A ação de prestação de contas visa à extinção dessa obrigação, apurando-se o saldo porventura existente. A iniciativa pode caber a quem tem o direito de exigir as contas como àquele que tem a obrigação de prestá-las.

(2º) A Pedagoga Marilene Marques Moreira, também esta envolvida em uma fraude no seguro-defeso, juntos com a Presidente da Colônia de Pescadores a Z-53 de Raposa por várias solicitações de Liberação de Seguro defeso, a própria não tem direito ao benefício por que e empresaria e Pedagoga e pela lei e ilegal. 

O réu pode ser condenado a dois anos e oito meses de reclusão, ao pagamento de multa no valor de R$ 954(Novecentos e cinquenta e quatro reais) (atualizados monetariamente desde a data de consumação do crime até o dia do pagamento) e à devolução ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) dos valores recebidos indevidamente, acrescidos de juros de 1% ao mês desde a data dos saques de cada parcela do seguro-desemprego. A pena restritiva de liberdade pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade.


A suspeita é de que Andréa Sayre venha cadastrando falsos pescadores com a finalidade de dividir os recursos recebidos por estes mesmos, em ação que caracteriza crime, se comprovadas às denúncias.
Em documentos constantes da denúncia é possível observar, nas cópias da lista de beneficiários da Colônia anexadas, clara discrepância entre os valores recebidos por estes falsos pescadores e os demais cadastrados junto à Instituição.

Enquanto os valores recebidos pelos cadastrados chegam a média a R$ 2.400, há casos de beneficiários presentes na lista cujos valores recebidos alcançam a soma de R$ 11.000, sem nenhuma justificativa aparente. Alguns destes, nem moradores de Raposa seriam.

Outro dado curioso apontado nos documentos entregues à PF é que entre estes super. Marajás da Colônia de Raposa constam servidores efetivos do município de Raposa e, pelo menos, um policial militar.

A denúncia revela, ainda, que a fraude pode se estender ao INSS, onde Andréa Sayre teria grande influência. Segundo relatos de fontes do município, a presidente cobraria cerca de R$ 8 mil reais por cada aposentadoria concretizada junto ao órgão.

Os candidatos a deputado estadual Edson Araújo (PSB) e seu filho, Wolmer Araújo (PV), candidato a deputado federal, vêm cometendo um verdadeiro estelionato eleitoral em dezenas de municípios maranhenses.

A dupla tem percorrido diversas cidades e assegurando que o Seguro Defeso irá ser pago a partir do próximo dia 10 deste mês, isto é, após a eleição. Para reforçar a promessa, Wolmer e Edson inventaram até uma carta de agendamento do INSS.

A estratégia maquiavélica é simples, a dupla que comanda a Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão (FECOPEMA), cria uma expectativa nas pessoas que realizaram o cadastro (processo) e, dessa forma, ganha os votos dos supostos beneficiários.

Acontece que o Seguro não será liberado, tudo não passa de uma grande farsa eleitoral. Estelionato puro, com intuito meramente de ganhar votos, configurando assim conduta vedada e crime eleitoral. O Ministério Público está de olho no caso.

O esquema mentiroso ainda consegue enganar muita gente em muitos municípios, mas em outros, os presidentes das Colônias não caem mais no mesmo golpe e, estão, de forma sistemática, abandonando Edson Araújo e Wolmer Araújo, que vêm chantageando os dirigentes de entidades a votarem casados para deputado estadual e federal.

Já no município de Raposa, dezenas de pescadores estão com a pulga atrás da orelha, uns acreditam, outros sabem que tudo não passa de uma compra de voto velada. Durante toda da semana, a presidente da Colônia de Pescadores do Município (Z-53), Andrea Sayre Gonçalves Coutinho, tem se esforçado na realização de inúmeras reuniões na tentativa de convencer os colonizados que o Seguro irá sair após a eleição.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

sexta-feira, 19 de outubro de 2018
O PDT entrou hoje (19) com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a anulação da votação do primeiro turno, realizada no dia 7 deste mês, e de cassação da candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL, à Presidência da República. A base do pedido é a denúncia feita pelo jornal Folha de S.Paulo em reportagem publicada ontem (18), segundo a qual empresários apoiadores de Bolsonaro custearam serviços de envio de mensagens em massa pela plataforma WhatsApp.

Segundo o PDT, o episódio corresponde à conduta de abuso de poder econômico, vedada pelo Código Eleitoral. Para os advogados do partido, o emprego de sistemas de disparo em massa ocasionou desequilíbrio na disputa, com gastos e estrutura maiores beneficiando a candidatura de Jair Bolsonaro, violando o princípio da “paridade de armas".

O partido também pede que se apure se houve recurso não contabilizado (caixa 2) para a campanha do PSL. “O financiamento da propaganda eleitoral foi constituído de forma ilícita, na medida em que a doação empresarial é vedada de forma direta ou indireta, logo, seja por disponibilização de dinheiro ou por realização de gastos de campanha, como a mencionada contratação. O uso de recursos empresariais é terminantemente vedado”, afirma a ação.

De acordo com o PDT, o abuso de poder econômico e a ilegalidade dos repasses justificam a anulação das eleições. Diz o Artigo 222 do Código Eleitoral: “É também anulável a votação, quando viciada de falsidade, fraude, coação ou emprego de processo de propaganda, ou captação de sufrágios vedado por lei”. “As fake news[notícias falsas] foram responsáveis, sim, pelo resultado das eleições, e isso é crime previsto no Código Eleitoral. Não há outra via senão o pedido de cancelamento das eleições”, afirmou o presidente da legenda, Carlos Lupi.

A ação pede, além da anulação, a inelegibilidade do candidato Jair Boslonaro e seu vice, General Mourão, bem como a investigação da participação destes e das empresas supostamente contratadas para o disparo em massa e de empresários que financiaram o serviço. Entre os atos solicitados estão a quebra de registro bancário e telefônico e disponibilização de relatórios contábeis e fiscais das empresas apontadas.

Denúncia

A reportagem da Folha de S.Paulo diz que empresas contrataram firmas de marketing digital que comercializam serviços de disparo de centenas de milhões de mensagens no WhatsApp em contratos de até R$ 12 milhões. Segundo o texto, um dos apoiadores é Luciano Hang, da rede de varejo catarinense Havan e apoiador público de Boslsonaro.

Foram citadas entre as companhias de assessoria digital contratadas para efetuar os disparos em massa as firmas Quickmobile, Yacows, Croc Services e SMS Market. Conforme o texto, Jair Bolsonaro declarou ter gasto apenas R$ 115 mil com a empresa AM4 Brasil Inteligência Digital para serviços relacionados a mídias digitais.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Vereador Laurivan do (MDB), e um dos que foram reeleitos e que continua trabalhando em prol do povo raposense que fez um pedido para a senhora Prefeita Talita laci, para que fazer-se a limpeza da caixa d’água do município de Raposa.

Desde a sua construção feita pelo Sr. Jose Laci de Oliveira, como na época era Prefeito desta cidade, e até hoje nunca tinha feito uma manutenção de reparos e limpezas na caixa d’água da Vila Bom Viver.


O povo reclamava quando chegava água em suas residências, vinha muita barrenta e com muita ferrugem, então o vereador Laurivan vem agradece a Prefeita Talita Laci por atender ao pedido da população,  requerimento feito pelo Vereador Laurivan Nº 029/2018.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

terça-feira, 16 de outubro de 2018
Uma guarnição do Batalhão de Bombeiros Marítimo (BBMar) realizou o resgate de um cadáver na Praia de São Marcos, em São Luís, na tarde desta terça-feira (16).

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por necropsia e aguardará o reconhecimento de familiares.

O nome da vítima não foi informado. No entanto, de acordo com os bombeiros, a vítima pode ser de um adolescente identificado como Jairon Almeida Mendes, de 15 anos, que desapareceu no último domingo (14), na Praia do Calhau.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

O eleitor que fizer uma enquete nas redes sociais perguntando em quem seus amigos pretendem votar pode ser multado em até R$ 329 mil. A punição está prevista no artigo 23 da Resolução 23 549/2017 do TSE. O texto prevê que “é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.

General Mourão irá consultar TSE para tentar substituir Bolsonaro em debates.

Como não específica se pessoas físicas estão, ou não, incluídas na proibição, ela pode ser aplicada para todos os cidadãos ou empresas no país. O TSE confirmou, por telefone, que a proibição é nacional e vale para pessoas físicas.

De acordo com o TSE, porém, para que seja aplicada a cobrança, é preciso investigação por parte do Ministério Público Eleitoral e condenação por descumprimento da legislação.

Mariana Rabelo, chefe da seção de propaganda e anotações partidárias do TRE-MG, explica que a investigação pode acontecer tanto a partir de uma representação para o MPE, que é quando alguma pessoa ou entidade pede para que o órgão abra um inquérito, quanto por fiscalização própria do MPE.

Rabelo afirma, ainda, que “casos práticos” de pessoas condenadas em outras eleições por causa da criação de enquetes já ocorreram. “Um candidato ou um partido político que se sinta prejudicado pelo resultado da enquete, por exemplo, pode entrar com uma representação contra a pessoa”, ressalta. 


A regra veio há tona nesta semana por causa de tuíte do TRE de Tocantins, no qual informava que “as enquetes nas redes sociais estão proibidas não só para candidatos e partidos, mas também para qualquer cidadão”.

Em resposta à publicação, brincadeiras e críticas surgiram. “Você é contra proibirem enquetes?”, publicou o influem cer Cid, dono do ‘blog’ Não Salvo. “E a liberdade de expressão?”, questionou um internauta. Outro, ainda provocou o órgão e criou uma enquete: “Em quem você votará para presidente da República?”.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

CONCURSO PÚBLICO DE RAPOSA - MA

AVISO DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

A Comissão Organizadora do Instituto Machado de Assis, no exercício de suas competências, PRORROGA o prazo de inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de RAPOSA - MA, aberto pelo edital nº 01/2018, no período de 04 de setembro a 30 de outubro de 2018, sendo este também o último dia para pagamento da inscrição.


Informa aos candidatos que já efetuaram o pagamento de inscrição que a confirmação oficial da mesma dar-se-á através das INSCRIÇÕES DEFERIDAS.

Por fim, adverte aos candidatos que quaisquer dúvidas referentes ao concurso poderão ser esclarecidas através de um dos canais de atendimento de comunicação.

E-mail oficial: ima.concursoraposa@outlook.com
Telefone: (86) 3025-1017

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

terça-feira, 9 de outubro de 2018
Sistema Justifica permite, a quem não votou no domingo (7), explicar falta sem precisar ir até um cartório eleitoral.

Os eleitores Maranhenses que não votaram no primeiro turno das eleições, no domingo (7), podem justificar o voto pela internet, a partir desta segunda-feira (8). Com o Sistema Justifica, é possível explicar a falta sem a necessidade de ir até um cartório eleitoral.


A justificativa pela internet pode ser feita até 60 dias após a votação.

Os prazos para justificativa após o dia de votação são:

1º turno (7/10): até 6 de dezembro de 2018
2º turno ( 28/10): até 27 de dezembro de 2018

Como justificar online

Para fazer a justificativa online é preciso preencher um formulário com dados pessoais, além de anexar um documento que comprove o motivo da falta, como uma declaração do trabalho ou um atestado médico.

Os eleitores que justificaram o voto no dia da eleição não precisaram dizer o motivo da ausência no local de votação, mas quem justificar no prazo de até 60 dias precisa comprovar o motivo da falta. Depois de preenchido o formulário, o pedido é analisado com um juiz eleitoral

Multa e consequências

O eleitor que não justificar a ausência dentro do prazo estipulado pelo TSE terá que pagar multa no valor de R$ 3,51 por cada turno da eleição ao qual não comparecer.

Enquanto estiver em débito com a Justiça Eleitoral, ele não pode, por exemplo, tirar ou renovar passaporte, receber salário ou proventos de função em emprego público, prestar concurso público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo – entre outras consequências.

Aquele eleitor que não votar por três eleições seguidas, não justificar nem quitar a multa devida terá sua inscrição cancelada. A regra não vale para eleitores que não são obrigados a votar, como analfabetos, maiores de 16 e menores de 18, e maiores de 70 anos.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Aqui esta a relação dos candidatos eleitos mais bem votados no município de raposa, e as lideranças que ganharam e perderam.

A Prefeita Talita Laci e seu grupo se consolidam o maior grupo politica que saiu vitoriosa com todos os seus candidatos.

Flavio Dino: 7.540               - Eleito
Weverton Rocha : 7.897      - Eleito
Eliziane Gama 7.018            - Eleita
Marcio Jerry: 2.461              - Eleito
Andreia Resende: 2132        - Eleita


A Presidente da Colônia Andreia soube usar o instrumento que tem para ajudar na eleição dos seus candidatos no Município de Raposa e demostrando uma liderança que pode incomodar nas eleições municipais

Sarney Filho : 4.603       - Não Eleito
Edson Araújo: 2.041       - Eleito
Wolmer Araújo: 2.824    - Suplente 

O Eudes Barros mesmo perdendo colocação politica sobre o resultado das eleições no município e mostra que esta muito forte para disputar as eleições em 2020, e superando a Ocileia Carneiro que ficou em Quatro lugar.

Josimar de Maranhãozinho: 1.464   - Eleito
Detinha :1.025    - Eleita

A Ocileia: foi a que mais caiu e decresceu no momento politico ficando atrás do seu cunhado com uma pequena expressão de votos de seus Candidatos.

Vitor Mende: 1.254 - Suplente
Carlinhos Florêncio: 786 - Eleito 








Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018
Em vídeo institucional, Hugo Carvalho, representate da REDE ATUALMENTE no município de Raposa MA, afirma que, 80% dos Deputados Federais,
Foram contra os TRABALHADORES,
votaram contra a Classe Trabalhadora,
Aprovaram essa Famigerada Reforma Trabalhista, acabaram com 77 anos de lutas e conquistas de nossa CLT.

E para reverter esse Retrocesso, apoia a candidatura do Sindicalista Frazão Oliveira para Deputado Federal 1818.

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Os candidatos a deputado Estadual e Federal Edson Araújo(40888) e Wolmer Araújo(4343) podem ter o registro de suas candidaturas cassados pelo tribunal regional eleitoral.

A suspeita e a compra de voto disfarçada, através da promessa de liberação do seguro defeso, que estaria sendo assegurado por colônias de pescadores ligadas a ambos.

Ocorre que por determinação do ministério da agricultura, pecuária e abastecimento (Mapa), o beneficio está com o pagamento suspenso e só será liberado após o recadastramento dos pescadores artesanais pelo órgão.

Mesmo com o pagamento suspenso, varias colônias de pescadores e sindicatos de pescadores estão fazendo reuniões chamando os associados e prometendo a liberação do seguro defeso, configurado crime eleitoral em vários municípios como Raposa, Porto Rico do Maranhão e Primeiro Cruz, dentre outros. 

A policia federal já abriu inquérito  e esta investigando as irregularidades especialmente na colônia de pescadores de Raposa, onde  aos pescadores estaria sendo prometido o pagamento para o dia 8 de outubro um dia após as eleições.

Cartas estão sendo entregues em varias aos pescadores garantindo a liberação do seguro para depois da votação.

Um crime de má fé e de compra de votos.

Lembramos que recentemente a presidente da colônia de pescadores de Raposa/MA Z53 Andreia Sayre Gonçalves Coutinho, já foi denunciada varias vesses a policia federal e demais órgãos fiscalizadores por fraudes ao seguro defeso. 

Ao ministério publico cabe ficar de olho
Numero do Inquérito de Raposa da Policia federal 0551/18-4

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

terça-feira, 2 de outubro de 2018
SÃO LUÍS – O Sampaio Corrêa conquistou, na noite desta terça-feira (2), um resultado muito importante na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro Série B. Atuando ao lado de seu torcedor no Estádio Castelão, após duas partidas consecutivas como visitante na Segundona, a Bolívia Querida passou por alguns sustos diante do Figueirense, principalmente nos últimos minutos do segundo tempo, mas foi dominante, garantiu a vitória por 1 a 0 e se aproximou da saída do Z4 da competição nacional.

Com dificuldades para avançar diante de um Figueirense bem posicionado em seu campo de defesa, o Sampaio Corrêa abriu o placar através de um belo gol de falta, marcado pelo lateral esquerdo Julinho, aos 27 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, o Tubarão desperdiçou chances no contragolpe e viu o Figueira esboçar uma pressão, que não surtiu efeito, para festa da torcida tricolor no Castelão.

A vitória em casa aumentou a esperança do Sampaio Corrêa em fugir da zona de rebaixamento da Série B. A Bolívia Querida permanece na penúltima posição da Segundona, com 29 pontos, três a menos que o Juventude, que é o primeiro time fora do Z4 e tem um jogo a menos. Já o Figueirense, que não vence há seis partidas, estacionou nos 40 pontos e permanece na nona colocação.

Agora, o Sampaio Corrêa terá 10 dias de descanso e preparação até o seu próximo compromisso na Série B, que será contra o Atlético Goianiense, no dia 12 de outubro, às 20h30, no Estádio Antônio Accioly, com transmissão da rádio Mirante AM e cobertura completa do Imirante Esporte. O Figueirense, por sua vez, encara o Coritiba no dia 13, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

O jogo

A partida entre Sampaio Corrêa e Figueirense começou tímida no Castelão, com as defesas anulando os ataques e forte marcação no meio-campo. Empurrado pela torcida, o Sampaio teve a sua primeira grande chance aos 12 minutos, com Luis Gustavo, que passou por três marcadores do Figueira, tentou o cruzamento e parou em uma defesa tranquila de Denis.

Ainda com dificuldades para avançar, diante de um Figueirense que ocupava bem os espaços e neutralizava qualquer troca de passes no meio-campo, o Sampaio Corrêa furou o bloqueio visitante com um belo gol no Castelão: aos 27 minutos, Julinho arriscou o chute forte em cobrança de falta e acertou o ângulo esquerdo de Dênis.

O gol do Sampaio Corrêa foi a senha para o Figueirense partir ao campo de ataque. Aos 34 minutos, Gustavo Ferrareis deu um passe na medida para Henan, que chutou forte e obrigou Andrey a fazer grande defesa. A resposta do Sampaio veio aos 45, com Eloir, que arriscou um chute sem muita força, nas mãos de Denis.

Figueirense esboça pressão no fim, mas Sampaio garante vitória em casa

Com a vantagem no placar, o Sampaio Corrêa tentou valorizar a posse de bola no início do segundo tempo, enquanto o Figueirense esboçava algumas jogadas no campo de ataque, sem sucesso. Melhor em campo, o Tricolor quase ampliou a vantagem aos 13 minutos: após cruzamento de Fernando Sobral, Misael ganhou a disputa com a zaga do Figueira, chutou bem e acertou a trave de Denis.

Precisando da vitória para se aproximar do G4, o Figueirense foi ao ataque no decorrer do segundo tempo e quase conseguiu o empate aos 19 minutos, com Maikon Leite, que recebeu passe na grande área e chutou forte, por cima do gol de Andrey. Dois minutos depois, o Sampaio desperdiçou a chance do segundo gol: após receber cruzamento de Misael, Eloir deu um passe na medida para Jheimy, que chutou para defesa tranquila de Denis.

Satisfeito com o resultado, o Sampaio Corrêa se segurou na defesa nos minutos finais e apostou no contragolpe, enquanto o Figueirense continuava pressionando. Aos 41 minutos, João Paulo arriscou o chute, e Andrey se esticou todo para salvar o Tricolor. O Sampaio teve duas grandes chances em contragolpes, com Misael e Jheimy, que chutaram para fora. A última oportunidade de empate do Figueira veio aos 49, com Felipe Amorim, que cabeceou forte, mas Andrey fez um milagre e garantiu o triunfo do Tubarão.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Andrey; Luis Gustavo, Odair, Joécio e Julinho; Adílson Goiano, Willian Oliveira, Eloir (César Sampaio), Fernando Sobral e João Paulo (Misael); Uilliam (Jheimy). Treinador: Marcinho Guerreiro

FIGUEIRENSE: Denis; Diego Renan, Cleberson, Henrique Trevisan e João Paulo; Zé Antônio (Marco Antônio), Lucas Marques, André Santos (Felipe Amorim), Juninho e Gustavo Ferrareis; Henan (Maikon Leite). Treinador: Rogério Micale

Acompanhe o Blog do Joceilton Gomes também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Facebook

Clima do Tempo

Brasileirão (a)

Carregando...
Brasileirão