sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019
O parlamento municipal raposense oficialmente iniciou nesta manhã o ano legislativo com nossa atuação legiferante ainda mais motivada para o trabalho, com a honrosa presença de nossa estimada gestora Talita Laci, amigos parlamentares, colegas secretários, autoridades e população, em geral. 

O desafio é imenso quanto há superação deste tempo escudo em que a crise na economia brasileira afugenta o bom desempenho administrativo dos municípios brasileiros. 

Mas a nossa vontade de lutar é ainda maior, movido na certeza de que estaremos construindo juntos uma Raposa melhor para todos os irmãos raposenses viverem.
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), deu prosseguimento, nesta sexta-feira (15), à sua agenda de trabalho em Brasília.

Acompanhado do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB); dos vereadores Marquinhos (DEM) e Estevão Aragão (PSDB); além do procurador-geral da Casa, Vitor Cardoso, o pedetista participou de reunião de trabalho com a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Kátia Bogéa.

Os parlamentares solicitaram novos investimentos para a capital maranhense, oportunidade na qual foram informados oficialmente que o órgão federal, este ano, injetará cerca de R$ 80 milhões na execução de ações de revitalização do Centro Histórico.

Osmar Filho e Kátia Bogéa também trataram do projeto de restauração da Fábrica São Luís, na região central da cidade.

O projeto, orçado em cerca de R$ 45 milhões, prevê que a nova sede do Poder Legislativa Municipal seja instalada na referida área. “Foi uma reunião muito produtiva. O IPHAN, este ano, promoverá ações importantes no Centro Histórico. Paralelo a isso, recebemos, mais uma vez, o apoio da companheira Kátia no sentido de unirmos forças para conseguirmos viabilizar a construção da tão sonhada nova sede da Câmara de São Luís”, afirmou o presidente.

No próximo dia 25, a presidente do órgão federal e o seu superintendente regional, Maurício Itapary, estarão na Câmara de São Luís participando de reunião com os vereadores.

Os políticos maranhenses também estiveram na sede do Banco do Brasil, onde foram recebidos por Ênio Ferreira, representante da instituição pública.

Foi discutida a possibilidade da elaboração de contratos para concessão de microcréditos para trabalhadores informais de São Luís, além de futuras parcerias institucionais entre a Câmara e o Banco.

Os vereadores e o deputado federal reuniram-se com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), André Nóbrega.

Eles receberam informações detalhadas acerca da elaboração das tarifas cobradas no Maranhão e agendaram para o mês de março, em São Luís, uma audiência pública na qual o tema será tratado com a sociedade organizada.

A audiência pública, assim como o encontro na capital federal, foram solicitações feitas pelo vereador Marquinhos.

“O presidente Osmar, ao promover esta vasta agenda de trabalho em Brasília, mostra comprometimento não apenas com o Parlamento Ludovicense, mas principalmente com o povo de São Luís”, avaliou Pedro Lucas.

Osmar Filho conversou com a coordenadora da Rede Legislativa de Rádio e TV da Câmara Federal, Evelin Maciel Brisolla.

Na pauta, tratativas para produzir programas do Poder Legislativo Municipal que deverão ser inseridos na programação da Rádio e TV Câmara ou até mesmo veiculados através de um canal próprio que poderá ser disponibilizado através da parceria entre a Casa e a Câmara.

O presidente participou de reunião com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. Foram discutidos projetos infraestruturais para alavancar o setor na capital maranhense.

Também foi proposta a criação de uma frente de trabalho que envolva a participação dos municípios, estado e governo federal objetivando estabelecer uma agenda permanente capaz de alavancar investimentos que estimulem atividades culturais e o turismo no Maranhão.

No Ministério do Desenvolvimento Regional, Osmar foi recebido pelo assessor especial da pasta, Marco Porto. Foi debatida a possibilidade de obter recursos para serem investidos no saneamento básico dos bairros de São Luís.


O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), manteve, nesta quinta-feira (14), movimentada agenda de trabalho em Brasília.

O parlamentar reuniu-se com membros da Bancada Maranhense, ocasião na qual estreitou o diálogo acerca de temáticas políticas importantes, e encontrou-se com diretores da Câmara dos Deputados e ministros do governo Jair Bolsonaro.

A organização da agenda contou com a total colaboração do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB). Também participaram dos encontros os vereadores Estevão Aragão (PSDB) e Marquinhos (DEM); o deputado federal Gil Cutrim (PDT); além do procurador-geral da Câmara, Vitor Cardoso.


Osmar Filho também esteve com os senadores Weverton Rocha e Eliziane Gama (PPS).

“Tratou-se de uma visita extremamente produtiva, pautada em propostas de desenvolvimento para o Maranhão”, assinalou o líder do PDT na Câmara Alta.

O presidente da Câmara visitou o gabinete da liderança do PTB na Câmara, cujo comando está sob a responsabilidade de Pedro Lucas.

“A agenda serviu, ainda, para estreitarmos a relação da Câmara Municipal com a nossa classe política e os representantes do governo federal. O Parlamento de São Luís, garanto, estará inserido nos debates importantes que possam trazer benefícios para capital e para o estado”, disse Osmar.

De acordo com ele, os vereadores ludovicenses irão se reunir nos próximos dias para elaborar uma pauta de assuntos de interesse da cidade que serão permanentemente discutidos em Brasília.

Nesta sexta-feira (15), Osmar Filho terá reuniões com representantes do Banco do Brasil e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Ele finalizará a agenda de trabalho participando de um almoço com a juventude do PDT.


terça-feira, 12 de fevereiro de 2019
Corte só será permitido em dias que o consumidor tenha tempo hábil para pagar a dívida; novo projeto de Duarte Jr. na Assembleia visa garantir o fornecimento de serviços essenciais ao consumidor.

Imagine a cena: é sexta-feira e você ainda não pagou a conta da energia elétrica. Então, funcionários de concessionárias de serviços públicos chegam à sua casa e cortam o fornecimento do serviço. A cena é comum em São Luís e em todo o Maranhão, causando um problema que afeta geralmente cidadãos de bairros mais afastados e de poucos recursos. Mas um projeto de lei de Duarte Jr. (PCdoB) pretende acabar com essa situação.

Apresentado em plenária nesta semana, o projeto de lei anticortes prevê que as empresas fornecedoras de água e energia elétrica sejam expressamente proibidas de suspender o fornecimento dos serviços às sextas, sábados, domingos, feriados e último dia útil antes de feriados. E mais: quem tiver os serviços suspensos nestes dias, fica livre de pagar a dívida que originou o corte.

O projeto de lei foi elaborado a partir de precedente do Supremo Tribunal Federal, no dia 19 de dezembro de 2018, que julgou constitucional lei do Estado do Paraná que entende ser abusiva a suspensão de energia elétrica e fornecimento de água durante as vésperas de feriado e fim de semana. “Milhares de consumidores sofrem com essa prática no Maranhão. E o fornecimento de água e energia elétrica é essencial porque garante as condições mínimas de dignidade para uma família sobreviver”, explica Duarte Jr.

Segundo o deputado, enquanto esteve à frente do Procon/MA, foi possível constatar muitas reclamações de consumidores referentes a essa demanda consumerista. “A reclamação em regra é de que a velocidade utilizada no corte não é a mesma para a reativação do serviço. Faltava uma lei que assegurasse uma adequada proteção. Agora, temos a oportunidade de mudar essa realidade”, destacou.
segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019
O presidente da Câmara Municipal São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), esteve sexta-feira (09) na solenidade de posse do presidente da OAB Maranhão, Thiago Diaz, que comandará a entidade durante o triênio 2019-2021.

A OAB tem forte papel nas decisões junto às instituições públicas, segundo afirmou Osmar Filho.

“A OAB sempre tem mantido uma relação cordial com a Câmara Municipal de São Luís, seu papel é fundamental, pois cabe a ela assegurar as garantias e os direitos de toda a sociedade. A Ordem tem participado das decisões da Câmara e contribuído com o nosso processo legislativo, e tenho certeza que a renovação do mandato de Thiago Diaz na OAB fortalece a parceria que irá continuar. As instituições irão caminhar juntas visando o avanço da sociedade dentro do estado democrático de direito sempre balizando as ações com o ordenamento jurídico vigente”, destacou Filho.

Thiago Diaz fez um balanço do seu mandato com ações implantadas durante os anos anteriores pelo estado do Maranhão. E reforçou seu comprometimento em trabalhar incansavelmente pela classe jurídica.

Diaz, que ganhou a disputa com 47,94% dos votos válidos, representou o anseio de quase quatro mil advogados que atuam na área jurídica do Maranhão, em detalhes somam-se 3.894 mil votos de confiança computados.

“Muito fizemos durante os três anos de mandato, temos mais uma oportunidade de avançarmos nas principais necessidades da organização buscando parcerias e implantando projetos essenciais que estimulem a cidadania e a garantia de direito a todos, priorizando aqueles que são os verdadeiros guardiões do estado democrático livre e de direito”, disse

O presidente da entidade se colocou à inteira disposição da Câmara para formalização de parcerias objetivando solucionar problemas de politicas públicas e assegurar serviços de cidadania e seguridade jurídica para toda a sociedade maranhense.
sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019
A Superintendência Regional da Receita Federal no Maranhão, informou que suspendeu por suspeita de fraude, mais de 13,2 mil Cadastros da Pessoa Física (CPF) em todo o estado. A ação foi realizada por meio de levantamento e cruzamento de dados, onde foram verificados operações atípicas nos cadastros.

De acordo com a Receita Federal, as primeiras investigações foram realizadas pela Divisão de Interação com o Cidadão (DIVIC) da 8ª Região Fiscal em São Paulo. Após a constatação de irregularidades, a pesquisa foi aprofundada nos estados do Maranhão, Ceará e Piauí.

Foram constatados durante o período de agosto de 2017 a agosto de 2018, que mais de 16 mil inscrições foram realizadas, das quais 13.271 tinham alguma característica de fraude.

Dentre as irregularidades, estavam a emissão de CPF’s fora do horário de expediente, intervalo de inscrições menor de três minutos, coincidência de endereços, de datas de nascimento, nome dos pais, além da presença de contribuintes com mais de 70 anos de idade, menores que 18, ou que tinham o mesmo nome da mãe com diferença de menos de nove meses de diferença de idade.

Segundo a Receita, os cadastros estavam sendo realizados pelo login de uma usuária do sistema localizado no interior do estado e que era ligada a uma entidade conveniada da Receita Federal. Com isso, a usuária do sistema foi desabilitada e as irregularidades foram comunicadas ao Ministério Público Federal (MPF) que deve tomar as providências judiciais.
segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019
Na cerimônia de abertura dos trabalhos referentes à terceira sessão legislativa da 19ª Legislatura (2017/2020) da Câmara Municipal de São Luís (CMSL), nesta segunda-feira (04), uma das palavras mais repetidas em discursos e entrevistas pelos vereadores foi “400 anos”. As declarações foram em alusão ao ano em que o Palácio Pedro Neiva de Santana, sede do Parlamento ludovicense, vai comemorar seu aniversário de 400 anos.

Os primeiros parlamentares a se manifestar sobre o assunto foram os vereadores Genival Alves (PTRB) e Pavão Filho (PDT). O primeiro falou sobre a grande importância da Casa na construção da democracia. “Se hoje a democracia é uma regra, e não exceção, devemos a esta Casa, que ajudou a difundir os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade”, afirmou Genival Alves.

Pavão Filho, por sua vez, destacou a verdadeira demonstração do Legislativo Municipal na construção da cidadania em São Luís, por meio dos ideais de igualdade, liberdade e fraternidade. “Sem dúvida nenhuma a celebração do quarto centenário da Câmara será um momento importantíssimo à capital de nosso Estado, pois, sintetiza a luta por uma sociedade mais justa, mais democrática e mais cidadã”, disse o líder do governo na Câmara.

O vereador Cezar Bombeiro (PSD), que é autor da proposta que pede a implantação de um espaço reservado à construção de uma biblioteca do Legislativo, para que a população tenha conhecimento da história do parlamento da capital maranhense, afirmou que é um privilégio poder fazer parte desse momento histórico para a Casa. “Comemorar os 400 anos deste Parlamento será uma demonstração de reconhecimento aos que contribuíram para esse momento ímpar. A minha proposta de criar a biblioteca legislativa surgiu neste sentido: fazer com que a sociedade tenha acesso ao acervo histórico de fundação desta instituição”, argumentou o líder do PSD.

Professor de História e Atualidades, o vereador Sá Marques (PHS), lembrou em sua entrevista que a Câmara de São Luís é a primeira mais antiga e não a quarta como é destacada por muitos. O parlamentar afirmou que vai sugerir ao chefe do legislativo a realização de um painel com a participação de dois grandes historiadores.

“Eu costumo dizer que um povo sem memória é um povo sem história. E um povo sem história está fadado a cometer, no presente e no futuro, os mesmos erros do passado. Por isso, é importante resgatar a história de fundação desta Casa. Para isso pretendo sugerir ao presidente Osmar a vinda do Dr. Allan Kardec e Dra. Elidaci, que tem doutorado em Lisboa exatamente sobre a Câmara de São Luís, para os doutores possam esclarecer exatamente sobre a fundação desta que é a primeira mais antiga e não a quarta como é destacada por muitos”, informou o parlamentar que é historiador.

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL
O presidente da Casa, vereador Osmar Filho (PDT), afirmou que logo após o Carnaval, estará divulgando um calendário com a programação de celebração dos 40 anos de história da Câmara de São Luís. “Será uma data histórica. Logo após o Carnaval, nós iremos anunciar uma vasta programação à população durante todo este ano em alusão aos 400 anos da Câmara. Além disso, vamos pautar nossa gestão no trabalho voltado sempre na proposta de aproximar o legislativo da população”, concluiu.

DE ESTÁCIO A OSMAR
O vereador Francisco Chaguinhas (PP), também destacou a data histórica da Casa de Leis, enfatizando que será uma homenagem para a cidade. “A Câmara começou com Simão Estácio da Silveira e hoje tem à frente o vereador Osmar Filho, um jovem com visão empreendedora que começou desempenhando uma excelente gestão. Tenho certeza que os 400 anos de fundação desta Casa será uma programação importante. E que seja cada vez mais agradável à população que sempre busca uma cidade melhor para se viver”, finalizou.

HISTÓRIA DA CÂMARA
A Câmara Municipal de São Luís foi instalada de forma efetiva em 1619, após a expulsão dos franceses, com a chegada de 200 casais açorianos. Por determinação do general Alexandre de Moura, foi doada uma légua de terra para a instalação da futura Câmara, o que iria ocorrer no governo do Capitão-mor Felipe Diogo da Costa Machado (1619-1622).

No período colonial, as câmaras municipais eram responsáveis pela manutenção da ordem e administração das vilas e cidades dos domínios coloniais de Portugal. Cabia a elas a coleta de impostos, regular o exercício de profissões e ofícios, regular o comércio, cuidar da preservação do patrimônio público, criar e gerenciar prisões, etc.

Até o século XVII, era composta por dois juízes ordinários, três vereadores e um procurador. A partir do século XVIII, surgiu o cargo de juiz de fora. No processo de eleição dos três cargos, os denominados homens-bons (normalmente proprietários de terra) escolhiam os eleitores e estes elegiam os membros da Câmara. Outros cargos que auxiliavam os membros da Câmara na administração da cidade eram: escrivão, almotacés, tesoureiro, alcaide, porteiro, afilador, arruador, dentre outros.

Atualmente, a Câmara Municipal fica localiza na Rua da Estrela, no Centro da cidade. Há um projeto de transferência da sede para o prédio da antiga Fábrica São Luís, mas a obra depende de recursos financeiros e autorização do IPHAN. No passado, funcionava no Palácio de La Ravardière, atual sede da Prefeitura de São Luís.
O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), reuniu-se, nesta sexta-feira (01), com os presidentes dos Legislativos Municipais das cidades da Raposa e São José de Ribamar, Beka Rodrigues (PCdoB) e Beto das Vilas (PV), respectivamente.

Na oportunidade, os vereadores trataram de assuntos de interesse das populações da Grande Ilha e iniciaram as negociações para implantar, em breve, o projeto Parlamento Metropolitano, iniciativa que visa unir forças para discutir e encontrar soluções para problemáticas que prejudicam as cidades da região metropolitana.

“Além da criação do projeto, o encontro serviu para estreitarmos relações institucionais, bem como fortalecer o municipalismo e o Poder Legislativo”, disse Osmar.

“Recebemos sinalização positiva dos presidentes e iremos estender esta discussão aos demais municípios da Ilha com o objetivo de, a partir do Parlamento Metropolitano, tratarmos de problemas comuns que afligem os moradores da Ilha, como transporte público, segurança pública, coleta seletiva de lixo, dentre outros”, completou o pedetista.

Beka Rodrigues afirmou ter ficado satisfeito com o encontro. “Foi uma reunião muito produtiva, quando tivemos a oportunidade de discutir o modelo do Parlamento Metropolitano, uma ideia brilhante do presidente da Câmara de São Luís. Também tivemos a oportunidade de sugerir outras propostas para enriquecer e valorizar a nossa atuação parlamentar, porque uma Câmara atuante só vai trazer benefícios para a população”, disse.

As propostas apresentadas pelo vereador raposense incluem a reativação da Federação das Câmaras Municipais do Estado do Maranhão; criação de uma rota integrada do turismo na Grande Ilha; e instalação de um comitê legislativo intermunicipal, que discuta políticas públicas para os municípios metropolitanos da capital maranhense.

Beto das Vilas destacou a iniciativa de Osmar e observou que as Câmaras precisam estar unidas para conquistar avanços para as cidades que integram a Grande Ilha.

Também estiveram presentes os vereadores Paulo Victor (PROS), de São Luís; Jorge Pontes (PSDB), da Raposa; além do diretor geral da Câmara raposense, Manoel Gonçalves.

Texto: Mirlene Bezerra
domingo, 3 de fevereiro de 2019
Noite de realização, expectativa e muito alto-astral marcaram a inauguração da sede do escritório Corrêa Lima, Saad & Santos Advogados Associados, na noite desta quinta-feira (31). O badalado coquetel oferecido pelos advogados Adriano Santos Araújo, Itamargarethe Corrêa Lima e Tufi Maluf Saad com direito a buffet, deu o tom do brinde com familiares, amigos, lideranças políticas e empresariais da cidade, advogados e profissionais da imprensa maranhense.

Localizado em um dos mais nobres endereços da capital maranhense, a empresa está instalada no edifício Century Multiempresarial, nas salas 803/804, na Avenida dos Holandeses, no Calhau. O local traz especialistas em diversas áreas. “A missão é prestar serviços jurídicos, oferecendo soluções inovadoras para resultados expressivos que garantam a satisfação dos clientes e colaboradores”, afirmou um dos sócios, o advogado Adriano Santos Araújo.

Entre os diferenciais, ele aponta o atendimento rápido e eficaz como ponto alto da atuação de sucesso. "A partir de hoje estamos iniciando nossas atividades. Atuaremos com sigilo, descrição e responsabilidade, para, em sua plenitude, satisfazer todas aquelas pessoas que nos confiarem suas demandas, contribuindo de forma plena e efetiva para o exercício e busca da Justiça em nosso Estado", destacou.

O coquetel refinado, regado a Chandom, Uísque e Vinho, além de apetitosos canapés, foi prestigiado por autoridades não apenas do mundo jurídico, mas, também, professores universitários e autoridades do legislativo, executivo e judiciário.

Com uma proposta diferenciada, a prestação de serviço será direcionada para ramos do direito com escassez no mercado local, como direito marítimo, agrário e tributário, sem contar, ainda, com a produção de provas para algumas áreas, em especial o penal, o que figura como uma grande novidade na advocacia maranhense. "Antes de efetivar a nossa sociedade, foi necessário algumas reuniões e pesquisa de mercado. Levamos em conta, também, o pensamento coletivo dos sócios, fator primordial para o sucesso de qualquer empreendimento", explicitou o advogado Tufi Maluf Saad.

O escritório Corrêa Lima, Saad & Santos terá como missão precípua oferecer um serviço, tendo como escopo o compromisso na busca pela Justiça, em sua plenitude, respeitando o primado da lei. 

"Embora não esconda e exercite diariamente o jornalismo, que embebece minha alma, venho de uma família com o viés jurídico muito grande, que começou com o meu pai, o advogado Itamar Corrêa Lima, com quase 50 anos de experiência profissional. Tenho nele, um homem negro e de origem muito humilde, que alicerçou sua trajetória em um modelo de advocacia bem diferente do que é exercitado atualmente, como meu grande exemplo. Assim como no jornalismo, espero chegar onde quero chegar no exercício do Direito, sem precisar passar por cima das pessoas, mentir ou enganar quem quer que seja, respeitando o direito dos outros e tendo os meus respeitados", finalizou a advogada Itamargarethe Lima, que também é jornalista, e uma das sócias do escritório.










sexta-feira, 25 de janeiro de 2019
Caros eleitores do ‘blog’, por motivo de força maior, o ‘blog’ ficara desatualizado ate o dia 01 de fevereiro, o ‘blog’ vem com força total com novidade e mais polêmico ainda.

Respondendo os quantos da ilha, pedimos desculpa aos leitores por essa decadência de informações  e pedimos desculpas aos leitores.

 E no primeiro dia do mês de fevereiro tem bomba aguarde da região metropolitana de São Luís
domingo, 13 de janeiro de 2019
O titular do blog recebeu informações, que Andreia que se diz presidente da colônia de pescadores z-53 de raposa supostamente fez lipoaspiração, com o dinheiro dos colonizadores da colônia que pagam seus tributos em dias, e não tem nenhum projeto feito em benefício aos pescadores daquela entidade.



Mais a Andrea Sayre Coutinho supostamente, vem gastando todo o dinheiro dos colonizadores é vem esbanjando riquezas, com carros do ano, cirurgias de lipoaspiração para ficar bela, mas ela saiba que ela está sendo investigada pela Polícia Federal, por suposta fraude no seguro defeso é aposentadorias por cobra valores exorbitantes a quantia de dez mil reais.

Hoje Andrea Sayre Coutinho não tem autonomia de solicitar mais a liberação do seguro defeso, porque o sistema do INSS mudou, e agora os associados do Seguro Defeso ele mesmo pode pedir o recurso pelo sistema MEU INSS, no próprio site do governo federal.


Isso é uma falta de respeito a Andreia Sayre Coutinho supostamente vem gastando o dinheiro de todos os associados com lipoaspiração, carros do ano, restaurantes badalados de São luís, esbanjando mordomia com o dinheiro dos pescadores de Raposa.

O serviço médico e seu preço

As cirurgias de lipoaspiração são realizadas por médicos cirurgiões plásticos. Contudo, o Conselho Nacional de Medicina não reconhece especialidades em medicina estética. Portanto, o paciente deve ficar atento se o cirurgião é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O valor médio de uma lipoaspiração tradicional varia entre 5 e 12 mil reais.
sábado, 12 de janeiro de 2019
Em conversa com o Blog Gerson Camarotti, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que os militares não serão um problema para a reforma da Previdência, sinalizando que haverá uma contribuição para o esforço do país para tentar resolver o déficit das contas públicas.

"Os militares não são problema. É só o presidente dar uma canetada e resolve a questão", ressaltou o vice-presidente, numa referência a possibilidade da edição de uma medida provisória.

Ele ressalta, porém, que essa mudança nas regras dos militares não será feita dentro da emenda constitucional da reforma da Previdência. Isso porque "os militares não tem regime de Previdência", e sim um regime próprio.

"O militar desconta para um sistema de pensão. E quando passa para a reserva, o militar fica imobilizável. Ou seja, sempre à disposição”, reforçou Mourão.

"E também não há déficit militar, pois o governo não contribui para o sistema", reforçou.

Segundo Mourão, as Forças Armadas já conversaram sobre o tema. Entre as possibilidades, se discute passar o tempo de serviço do militar de 30 anos para 35 anos.

E também que pensionistas passem a contribuir com 7,5% ao regime de previdência dos militares. Hoje, não há contribuição dos pensionistas. As pensões para dependentes são integrais.

Na reforma mais recente que atingiu os militares, feita em 2001 por meio de medida provisória no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), ficou extinta a pensão vitalícia para filhas de integrantes das Forças Armadas a partir daquela data.

No país, as regras atuais permitem que militares – homens e mulheres - se aposentem com salário integral após 30 anos de serviços prestados.
quarta-feira, 9 de janeiro de 2019
O concurso público da Prefeitura de Raposa no estado do Maranhã, que ocorreu no último final de semana, contou com mais de 21 mil candidatos que disputam 220 vagas no órgão em empregos de todos os níveis de escolaridade. Os salários oferecidos variam entre R$ 954,00 e R$ 6.000,00, por jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais. As provas objetivas do último domingo, 25 de novembro, foram aplicadas para os concorrentes aos cargos de nível superior e ao cargo de Professor, os demais, terão provas no dia 2 de dezembro.

As vagas são para cargos de Procurador Jurídico, Agente Administrativo, Auxiliar Operacional de Serviços Diversos, Contador, Motorista, Vigia, Merendeira, Professor de 1º Ao 5º Ano, Professor de Artes, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Ensino Religioso, Professor de Filosofia, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Língua Portuguesa/Inglês, Professor de Matemática, Professor Educação Especial, Professor Educação Infantil, Professor Interprete de Libras, Supervisor Pedagógico, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Endemias, Auxiliar de Farmácia, Digitador, Educador Físico, Enfermeiro Obstetra, Farmacêutico, Fiscal Sanitário, Médico Auditor, Médico Cardiologista, Médico Dermatologista, Médico Ginecologista Obstetra, Médico Pediatra, Médico Plantonista, Médico Veterinário, Nutricionista Porteiro, Vacinador, Eletricista, Assistente Social, Psicólogo e Guarda Municipal.

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, que ocorreram no último domingo, 25 de novembro, contaram com questões de múltipla escolha. Estas, serão avaliadas em uma escala de zero a 40 pontos, sendo considerado habilitado o candidato que, ao final da prova objetiva, tiver feito, no mínimo 60% do total de pontos, 50% do total de pontos da prova de conhecimentos específico e não zerar nenhuma das disciplinas da prova.

Os gabaritos preliminares referentes as provas objetivas serão divulgadas nesta segunda-feira, 26 de novembro, no site eletrônico da organizadora.

Os candidatos ao cargo de Professor, aprovados em sua totalidade e classificados conforme o número de vagas, passarão por uma avaliação de títulos de caráter classificatório. A avaliação de títulos, valerá oito pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor. Somente serão acolhidos como títulos, aqueles cursados e ou trabalhados após a data de Graduação, de forma que é obrigatória a juntada do diploma de graduação, sob pena dos títulos não serem contabilizados.

Para todos os candidatos aprovados e classificados no cargo de Guarda Municipal, haverá teste de aptidão física, de caráter eliminatório. Este consistirá da aplicação dos testes de barra fixa, teste de corrida rápida de 100 metros, impulsão horizontal e corrida de doze minutos. O resultado de cada teste, apto ou inapto, será registrado pelo examinador na ficha de avaliação do candidato ao terminar a aplicação, quando o candidato deverá tomar ciência do resultado obtido. Será considerado apto na avaliação de aptidão física, o candidato que realizar todos os testes e alcançar a marca mínima estipulada para cada um deles.

Caberá recurso administrativo, nos dois dias úteis seguintes à data das respectivas divulgações, do objeto de recurso.

O resultado final do Certame será homologado pelo Chefe do Executivo Municipal, publicado no Diário Oficial do Município de Raposa, no site e mural da Prefeitura Municipal de Raposa – MA e no site do Instituto Machado de Assis, respeitando rigorosamente a ordem de classificação dos aprovados.

O concurso terá validade de dois anos a contar da homologação do certame, prorrogável ainda por mais dois anos.

Resultado divulgado

Resultado concurso Prefeitura de Raposa-MA 2018

Perfil

Cel: 098 985181073
joceiltongomes@gmail.com
fb/joceilton.gomes

Facebook

Horóscopo

Dolar

Mercado Geral

Bolsa de Valores