capoteSurge novo pré-candidato à prefeito de Raposa-MA. O mais novo nome incluído na lista dos pré-candidatos é o do empresário CAPOTE. O mais novo nome incluído na lista dos pré-candidatos é o do empresário CAPOTE.
A notícia foi confirmada nesta noite por sua filha Sandra Capote Raposa que pretende levar à frente dos meios de comunicação o nome do empresário do Restaurante “O CAPOTE,” conhecido na cidade por “REI DO GRELHADO.”
Na foto: Empresário Capote ao lado do Governador Flávio Dino em visita ao restaurante…
https://youtu.be/eXNSOy8vL7c

Nos últimos meses a situação da segurança pública no Maranhão foi de mal a pior, antes de chegar ao poder, o atual secretário de segurança do estado, Jefferson Portela, bradava e falava grosso que o problema da insegurança no estado era culpa dos tantos anos que a família Sarney passou no poder. Segundo ele, o caos da insegurança era falta de comando e força de vontade.


Agora, passados 10 meses da administração do atual secretário, o que se vê é um estado falido, com uma segurança sem norte, sem diretrizes e sem comando, não por causa dos homens e mulheres policiais civis e militares, mas, devido a forma de como o comando da segurança atua.


O helicóptero do Grupo Tático Aéreo – GTA, por exemplo, que deveria servir à inteligência policial para tentar coibir ação de quadrilhas que se instalaram em todo o estado, justamente, pela fragilidade encontrada, agora, tal qual ou pior que o governo passado, serve apenas para conduzir asseclas aos muitos municípios maranhenses.


Nestes 10 meses, já foram praticados crimes de toda a espécie no Maranhão, mas, o que mais assusta são quadrilhas fortemente armadas fazendo nossos irmãos maranhenses ficarem sob o poder de bandidos com bombas e explosões a todo momento em agências bancárias.


A população anda com temor, sai de casa para os afazeres do dia-a-dia e não sabe se retorna devido aos inúmeros assaltos, latrocínios e homicídios. De fato, secretário Jefferson Portela, a segurança sob sua tutela, está indo de mal a pior.


O Blog não será leviano e nem partidário igual a você e seu chefe-maior, Flávio Dino, que antes de chegarem ao poder saiam atirando, muita das vezes, até que incoerente, em quem estava no comando do estado. Sabemos que em 10 meses não se “muda” muita coisa, mas a persistir a real situação, a coisa vai de fato “mudar”, mas, no sentido inverso, ou seja, para pior. E AGORA, JEFFERSON PORTELA???

Elevada à condição de município somente em 1994, quando se separou do município de Paço do Lumiar, a Raposa tem algo em torno de 30 mil habitantes. É um município pequeno, de aproximadamente 66 Km².

As marcas do município são: pesca e artesanato. Hoje conta com restaurantes famosos, como o tradicional Capote. Município de grande beleza natural, hoje tem bom fluxo de turistas, que fazem passeio por suas praias e dunas exuberantes. Detalhe: o turismo tem estrutura amadora, uma vez que uns poucos pioneiros trabalham na área sem qualquer incentivo da prefeitura e do Governo do Estado.

Trata-se, como a maioria dos municípios maranhenses, de uma cidade pobre, de baixa renda. No entanto, rica por sua natureza exuberante e pela fartura de peixes e mariscos. Mais: possui um razoável polo agrícola. O que falta, diga-se logo, é administração. A Raposa precisa de um prefeito (ou prefeita) que transforme as potencialidades do município em realidade.

Por ser uma cidade pequena, de grande potencial para gerar emprego e renda e contar com uma população trabalhadora e hospitaleira, não é tarefa difícil mudar a realidade social e econômica da Raposa. Falta interesse dos sucessivos administradores.

Blog do Kenard