A crise econômica e financeira que atinge o país parece não ter alcançado a gestão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Pelo menos no que se refere aos gastos com publicidade e propaganda.


De setembro de 2013 até julho deste ano, o pedetista já gastou o total de R$ 54.674.153,48 (cinquenta e quatro milhões, seiscentos e setenta e quatro mil, cento e cinquenta e três reais e quarenta e oito centavos) para sua administração aparecer bem em sites, impressos, redes sociais, grupos de WhatsApp e Telegram, emissoras de rádio e televisão, outdoors e em outros tipos de mídia.


O dinheiro foi parar nas contas das agências Enter Propaganda e Marketing Ltda e Leiaute Comunicação e Propaganda Ltda, que fazem o repasse para os responsáveis pela veiculação da publicidade e propaganda do prefeito.


A primeira fica localizada no bairro Monte Castelo, na capital, e pertence ao empresário Evilson Almeida, que fez a campanha de Edivaldo Júnior em 2012. A segunda tem sede em Salvador, na Bahia, e tem como manda-chuva no Maranhão o esposo de uma ex-assessora do governador Flávio Dino (PCdoB), patrono político de Edivaldo.


Na divisão do bolo, a Enter tem levado a melhor bocada, embolsando até agora o total de R$ 30.842.800,74 (trinta milhões, oitocentos e quarenta e dois mil, oitocentos reais e setenta e quatro centavos) contra a fatia não muito pequena da Leiaute, de R$ 23.831.352,74 (vinte e três milhões, oitocentos e trinta e um mil, trezentos e cinquenta e dois reais e setenta e quatro centavos).


Para efeito de comparação, se a prioridade da gestão pedetista fosse outra, com o valor gasto até agora por Edivaldo com publicidade e propaganda, seria possível pagar o salário de quase 2 mil professores, com formação de nível médio e jornada de 40 horas semanais, considerando a remuneração base de R$ 2.544,28 (dois mil, quinhentos e quarenta e quatro reais e vinte e oito centavos), pelo período de um ano; ou ainda mais de mil professores, com formação de nível superior e jornada de 40 horas semanais, considerando a remuneração base de R$ 4.204,25 (quatro mil, duzentos e quatro reais e vinte e cinco centavos), pelo mesmo período.