A notícia sobre o aumento de passagem do ônibus em São Luís, que chegou a circular nas redes sociais nos últimos dias como manchete do jornal O Estado, é totalmente verdadeira. Com o título “Passagem de ônibus em São Luís vai subir para R$ 3,10 a partir deste domingo”, a publicação foi feita, originalmente, pelo ATUAL7, no dia 24 de fevereiro deste ano.



Em matéria de capa, O Estado chama a atenção da população para o aumento da passagem dos ônibus de São Luís
O Estado Maranhão Tarifas mais caras Em matéria de capa, O Estado chama a atenção da população para o aumento da passagem dos ônibus de São Luís


Na época, após a publicação, outros dois blogs locais, de Gilberto Léda e John Cutrim, chegaram a repercutir e a confirmar a notícia, inclusive com fatos novos. Contudo, diante da pressão de estudantes que ameaçaram ir às ruas, a prefeitura acabou protelando o aumento para o outro mês.


O próprio matutino, inclusive, apesar de ter se afobado em dizer que a notícia era falsa e até, estranhamente, entrar em contato com a prefeitura para pedir desculpas, chegou a noticiar o aumento da passagem de ônibus nessa data, dia 24 de março deste ano, em reportagem com direito a chamada de capa “Passagem 11,8% mais cara. Prepare o bolso”.


‘Medalhista’


A viralização da notícia de que a passagem iria aumentar novamente no domingo passado tem razão de ser.


Conforme publicado pelo ATUAL7 há cerca de duas semanas, se o aumento descontrolado da passagem dos ônibus fosse uma das modalidades das Olimpíadas, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), seria medalhista ouro. Neste caso, a população, já acostumada com a falta de pulso de Edivaldo, acabou acreditando que ia ser assaltada pelo prefeito novamente.


Eleito em 2012 sob a promessa de mudança, o pedetista não manteve as rédeas da própria administração e, em meio a dificuldades para acalmar os empresários do setor, não segurou o valor da passagem e repassou pelo menos um aumento por ano aos usuários. O primeiro foi em fevereiro de 2013, outro em junho de 2014, mais um em março de 2015 e novamente em março de 2016.


Ao todo, foram quatro aumentos da tarifa, sendo apenas um a não ter sido efetivado em razão da ida de milhares de estudantes às ruas, no início da administração de Edivaldo, e à ação rápida da promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, que interviu na Justiça contra o aumento ilegal. Não havendo a ação dos estudantes e da promotora, Edivaldo teria aumentado a passagem de R$ 1,98 para 2,75.


Diante do histórico descontrolado no reajuste da passagem pelo prefeito, um novo aumento a partir do ano que vem, o quinto em cinco anos se Edivaldo for reeleito em outubro próximo, não está descartado.

dilmaA petista Dilma Rousseff não é mais presidente da República do Brasil. Por 61 votos a 20, foi aprovado o impeachment. Os senadores comemoram muito a decisão e chegaram a cantar o hino nacional.

Com a decisão, Michel Temer assume em definitivo a presidência da República e já tem seu primeiro compromisso oficial, viaja para China nesta noite.

Pesquisa do Instituto Ibope contratada pela TV Mirante e divulgada na noite desta terça-feira 30, no JMTV segunda edição, confirmou, mais uma vez, que o candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington  (PP), estará no segundo turno da corrida eleitoral.


Wellington ultrapassou a candidata Eliziane Gama (PPS) e obteve 20% das intenções de voto na pergunta estimulada, quando o nome do candidato é apresentado ao eleitor. Gama pontuou com 16%.


Considerando a margem de erro de três pontos percentuais para mais, em favor do candidato progressista, apenas seis dígitos separam Wellington do atual prefeito e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que obteve 29% e realiza uma campanha milionária, utilizando, inclusive, a máquina pública da prefeitura a seu favor.


Menos rejeitado


Wellington, segundo o resultado da pesquisa, é o que possui a menor rejeição entre os nove candidatos que disputam o cargo de prefeito da capital maranhense.


Apenas 11% dos entrevistados disseram não votar no deputado estadual. Edivaldo apresenta a maior rejeição, com 37%, seguido por Eliziane Gama, com 27%.


Vinte e dois por cento dos entrevistados classificaram a gestão Edivaldo Júnior como péssima e 45% como regular.


A pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 25 e 30 de agosto e registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-08827/2016. Foram ouvidos 805 eleitores, para uma margem de erro de três pontos percentuais, para mais, ou para menos, e intervalo de confiança de 95%.


Prever


Na manhã desta terça-feira, pesquisa do Instituto Prever, contratada pelo Blog do Luis Cardoso e registrada no dia 24 de agosto, sob o protocolo MA-02350/2016, também apontou Wellington à frente de Eliziane e disputando o segundo turno da eleição com o atual prefeito.


É importante destacar que na simulação de segundo turno apresentada pela Prever, a diferença entre Edivaldo e Wellington é mínima. O primeiro aparece com 37,2% e o candidato progressista pontuou com 34% das intenções de voto.


Considerando a margem de erro de 3,1% para mais, em favor do progressista, Wellington e Edivaldo Holanda Júnior estão tecnicamente empatados.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, numa atitude déspota, há seis meses vem negando o reajuste salarial de 2016 aos professores da rede estadual. Enquanto isso o Sinproesemma, sindicato da categoria, apenas cala e consente. Na última semana deste mês de junho, a diretoria do Sindicato teve mais uma reunião com a Seduc-MA e a resposta em relação ao reajuste foi a de que o governo ainda não finalizou o estudo financeiro e, sendo assim, não teve condições de definir o valor do percentual de reajuste salarial a ser concedido à nossa categoria, nem quando e como ele será concedido.

Diante dessa resposta, os diretores do sindicato, mais uma vez, silenciaram diante da sexta negativa do governo. Agem dessa forma porque a maioria dos diretores do sindicato não depende mais somente do salário de professor, pois possuem cargos comissionados no governo. Afinal, são filiados ao mesmo partido de Flávio Dino (PCdoB)





Enquanto isso, os professores acumulam perdas salariais consideráveis. Agora, essa nossa triste realidade, é resultado não somente das ações do governo e da diretoria do sindicato, mas principalmente da escolha que a maioria dos educadores fez nesse semestre. Em vez de se rebelar contra esse ataque governamental e em relação à postura da diretoria do sindicato, os educadores se mantiveram em sala de aula desenvolvendo suas atribuições normalmente, como se seus direitos não estivessem sendo violados.





No tempo do governo Rosengana, ops, Roseana Sarney, o sindicato, ao menor indício de não pagamento do reajuste salarial, a greve era anunciada, e caso a situação não resolvesse, a greve era decretada de imediato em assembleias com a categoria de professores.

Educador/a, não faltam recursos do FUNDEB para garantir nosso reajuste em 2016, o que falta é vontade política ao governador para valorizar os profissionais da educação estadual.

Observem abaixo os números do FUNDEB em 2016 (Repasse do Mês em R$)
Janeiro: 183.369.109,30
Fevereiro: 105.904.626,32
Março: 85.531.040,74
Abril: 92.910.978,46
Maio: 85.397.841,73
Junho: 139.564.438,71
TOTAL: 692.768.032,26

A receita total do FUNDEB em 2015 foi de R$ 1.262.926.356,79. A folha de Pagamento dos Profissionais do Magistério em 2015 (média mensal) foi de R$ 93.550.100,50. Tomando como base o montante de recursos do FUNDEB/2016 já creditados, temos:
692.768.032,26 : 6 = R$ 115.461.338,71 [Repasse médio mensal]

Aplicando o reajuste de 11,36% sobre o valor da folha de pagamento praticada em 2015, teremos: R$ 93.550.100,50 x 11,36% = R$ 104.177.391,92
320509d0-5ca4-4bd6-b295-6698f5666ce4
4d8f31bf-68d2-4803-9333-e3e8eb81a9e1
Vejam só, a lei do PISO e o ESTATUTO do Magistério nos garantem um reajuste de 11,36% a partir de janeiro de 2016 e o governo não o concedeu até hoje, pois diz não ter condições financeiras para garanti-lo. Os números acima, demonstram que a tese da falta de recursos financeiros não é verídica.

Por que será que os dirigentes do sindicato não debatem esses números com o governo nessas reuniões? Será que os desconhecem ou o nível de subserviência dessa gente com o governo os impede de agir assim?

Diante disso, fica claro a atitude déspota do governador Flávio Dino em não conceder o reajuste salarial dos professores em 2016.

grupo do PCdoB diz se os donos de raposa mostra desespero

[audio mp3="http://www.joceiltongomes.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/AUD-20160830-WA0005.mp3"][/audio]

Segunda Parte

[audio mp3="http://www.joceiltongomes.blog.br/wp-content/uploads/2016/08/AUD-20160830-WA0006.mp3"][/audio]

não precisamos falar nada o áudio diz tudo
iranildoHoje é um dia especial para você, hoje você comemora mais um ano de vida, mais um ano de existência e de experiências. Hoje, as luzes do céu e as bênçãos do Senhor recaem sobre você. É dia de reafirmar a sua missão, a sua fé e o seu compromisso com a vida e com o bem.

Os seus familiares e amigos enviam para você energias e pensamentos positivos. Há boas vibrações para você, há luz e amor ao seu redor. Aproveite este momento mágico da vida e peça a Deus proteção, peça a Deus para lhe guiar e tomar conta dos seus caminhos, peça a Deus para segurar na sua mão enquanto você escreve a sua história. Agradeço por tudo o que você já viveu.

Aproveite o dia de hoje, viva-o com entusiasmo, alegria e humildade. Você é especial aos olhos de Deus e aos olhos de todos aqueles que lhe amam. Que Deus derrame o seu amor sobre você.

Parabéns e muitas felicidades!
https://youtu.be/qI0sGrZ6Jyc
Nesta segunda-feira teve início um dos momentos mais importantes do julgamento: o comparecimento de Dilma ao Senado para falar aos senadores. Essa será a primeira vez que a presidente afastada se manifesta pessoalmente no processo de impeachment.

Por João Silva


ANAJATUBA – Campanha eleitoral começou e com isso as mais diversas formas de irregularidades assolam os comitês e arriscam até as vidas de outrem. Estivemos visitando a cidade de Anajatuba e ficamos perplexos com as informações que foram repassadas ao titular do blog, fomos procurados por pessoas na cidade que nos informaram o crime que comete o prefeito delator premiado, Sidney Pereira (PCdoB).

As imagens falam por si só, tentamos entender o que leva uma pessoa arriscar a vida dos outros para um objetivo próprio. Informaram ao nosso blog que o prefeito delator premiado, contraiu uma dívida licitada com o posto de gasolina da cidade, mas fomos informados que o atual gestor não paga ninguém na cidade.


A dívida ultrapassa o valor dos 200 mil reais e devido a situação credora, o posto resolveu sustar o fornecimento para prefeitura, levando o prefeito cometer crimes ambientais e até mesmo caso de polícia, fotos comprovam que há um acondicionamento indevido de combustível liquido em local inapropriado que coloca em risco a vida de pessoas.


Questionamos se já ocorrerá alguma denúncia ao MP, e para nossa surpresa tanto o MP quanto a Justiça da cidade, não sabem da situação ou fazem vista grossa para o caso, conversando com algumas pessoas da cidade, a quem diga que a juíza titular da cidade afirmou em uma entrevista de rádio que não sabia do acontecido e que o MP não teria informado nada à justiça, nosso blog não pode afirmar se houve ou não tal ação, pois, não estávamos presente e não temos nada que comprove tal afirmação da magistrada, porém temos imagem que o acondicionamento e o abastecimento irregular está ocorrendo e ninguém toma uma providencia.


Esperamos que órgão competentes tomem as devidas providencias para que um mal maior não venha acontecer naquela cidade.


A seguir imagens que comprovam o abastecimento irregular e uma denúncia feita em rede social por pessoas inconformada com a atual situação.


WhatsApp-Image-2016-08-29-at-08.39.03-2
WhatsApp-Image-2016-08-29-at-08.39.03
WhatsApp-Image-2016-08-29-at-08.39.03-3

https://www.youtube.com/watch?v=TM7px4MZAtk

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), enfrentou protesto de professores da rede estadual de ensino, na manhã de hoje (29), em Açailândia.


Na cidade para acompanhar a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o comunista foi confrontado por duas docentes, na saída do evento.


Elas queriam do governador uma posição sobre o reajuste do piso salarial da categoria, definido em 11,36% pelo Ministério da Educação (MEC) no início do ano, mas ainda não garantido pelo Governo do Maranhão.


“Eu não posso fazer milagre”, defendeu-se o governador.


Ele tentou convencer as duas professoras a concordar com o não pagamento do reajuste do piso por que os trabalhadores da educação estão recebendo os salários em “todo mês”.


“Vocês estão recebendo o salário de vocês. Todo mês vocês recebem o salário de vocês. O reajuste não foi só vocês que não tiveram, gente. Ninguém no país teve. Ninguém no país, ninguém no país. Não teve. Os professores do Piauí  ganham menos do que os do Maranhão, entraram em greve para ter isonomia com os do Maranhão”, completou.


Segundo Dino, “não há dinheiro para pagar o reajuste”.


“O que eu tô explicando é que eu não tenho dinheiro. Esse que é o problema. Eu não tenho dinheiro para pagar o reajuste de vocês. É esse o problema, entendeu?”, disse.


Desde a semana passada o governo Flávio Dino tem enfrentado uma onda de protestos de professores contra o não pagamento do reajuste do piso salarial da categoria. Os trabalhadores – que se organizaram em torno do Movimento de Resistência dos Professores (MRP), porque não contam com apoio do Sinproesemma  – iniciaram o que batizaram de “operação tartaruga”, trabalhando apenas meio turno.


Na semana passada eles fizeram uma manifestação em frente à sede da categoria. Um novo protesto está marcado para a próxima quarta-feira (31), na Praça Deodoro, quando será convocada uma paralisação geral.


como que um governador não ter dinheiro pra da reajuste aos professores e esta asfaltando município por exemplo raposa pra tentar beneficiar um candidata do seu partido isso e uma irresponsabilidade desse governador ainda ironizando que não tem dinheiro com expressão de sorrisos debochando da classes de professores

O candidato a prefeito de São Luís pela Coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington (PP), finalizou sua agenda positiva nesse fim de semana com uma rodada de dois grandes encontros que reuniram cerca de 900 pessoas nos bairros Aurora e Cruzeiro do Anil.


O primeiro encontro ocorreu pela manhã, no bairro da Aurora, onde Wellington foi recebido com festa pelos moradores da região. Pelas ruas em que passava, ao lado do candidato a vereador Júnior do Comércio (PP), populares demonstravam, por meio de abraços, apertos de mão e pedidos para selfies, a confiança de que, a partir de janeiro de 2017, o bairro não será mais esquecido pelo poder público municipal.


“Nossa comunidade foi abandonada pelo atual prefeito e pelo anterior também. Há anos nossas ruas não sabem o que é asfalto e nossas crianças desconhecem o significado de saneamento básico, de educação de qualidade. Tenho a confiança de que agora, com Wellington, nosso bairro e toda a São Luís terão um prefeito de verdade, que tem coragem e atitude pra fazer o que tem de ser feito”, disse João Francisco, que há 18 anos reside na Aurora.


À tarde, no Cruzeiro do Anil, o progressista voltou a receber manifestações de confiança e carinho da população, que o recebeu com festa. Cerca de 400 pessoas participaram do evento organizado pelo candidato a vereador Nane da Feira (PHS).


Como tem sido feito em todos os encontros, Wellington não apenas caminhou pelos bairros, mas se sentou juntamente com os moradores da região, falou da importância de cada cidadão no processo político e relembrou que é o povo que tem o poder de colocar e de tirar seus governantes.


"Nós temos o compromisso de arrumar essa bagunça. Temos de colocar quem tem atitude para resolver e tirar quem apenas promete, que repete as mesmas promessas, mas nada faz", disse.


Em todos os eventos que participou, Wellington pediu o empenho de todos, lembrando que não adianta eleger apenas a ele como prefeito, que é necessário eleger também os candidatos a vereador da Coligação “Por Amor a São Luís”. “Um prefeito sozinho, sem uma Câmara Municipal forte, honesta e trabalhadora nada pode fazer. Por isso, para que possamos resolver os problemas da cidade, precisamos eleger também nossos vereadores. Precisamos de uma Câmara que trabalhe pelo povo junto comigo”, completou.

O prefeito de São Luís e candidato a reeleição pela coligação “Pra Seguir em Frente”, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), propõe em seu plano de governo, apresentado à Justiça Eleitoral na semana passada, promessas de campanhas feitas nas eleições de 2012, mas até hoje, quatro anos depois, não cumpridas por sua própria administração.


Entre as promessas não cumpridas pelo pedetista, e desavergonhadamente repetidas nas eleições de 2016, chama a atenção as para a área de mobilidade urbana.


Após quatro anos de engarrafamentos, falta de vias alternativas no trânsito, ônibus velhos e sucateados e paradas com goteiras — quando existem paradas —, Edivaldo propõe “realizar modificações geométricas nos cruzamentos para dar fluidez ao tráfego de veículos”; “renovar e modernizar a frota de transporte coletivo”; “expandir o número de abrigos em paradas de ônibus” e “desenvolver o novo corredor de transportes urbanos (BRT) Centro-Cohab”.


Parece até piada, mas, mesmo sem ter construído nenhuma das 25 creches prometidas na eleição passada e reformado algumas apenas por força de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com o Ministro Público do Maranhão, Edivaldo promete também que “construirá escolas na zona urbana e rural de São Luís” e que “efetuará a manutenção e reformas em todas as unidades escolares da rede municipal pública de ensino”. Ainda na educação, apesar das greves de mais de 100 dias dos professores durante sua gestão, fora as paralisações, Edivaldo se compromete também a “manter a integralidade do calendário escolar” e “investir no processo de formação continuada e capacitação profissional dos docentes”.


De novidades, o pedetista propõe ações que não são de sua competência direta, mas projetos ou programas bancadas com recursos do governo federal. Entre essas propostas, por exemplo, está a de “intensificar as ações programa Minha Casa, Minha Vida”; e “garantir o acesso a jovens ao ensino técnico por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego”, o Pronatec. Até o “Programa de Revitalização do Centro Histórico de São Luís”, projeto previsto no PAC Cidades Históricas, é proposto por Edivaldo Júnior em seu plano de governo como ação de sua administração.


Preconceito


Logo no início do documento, inclusive, o Edivaldo Holanda Júnior peca de forma preconceituosa com a população do interior do estado ao justificar o descaso do poder público municipal com a saúde, moradia, mobilidade, trabalho e educação e outros setores não seriam devido a sua má administração. Segundo alega Edivaldo, o aumento da violência e da demanda em todos os serviços públicos é culpa da migração da população do interior para a capital.


“São Luís arrasta problemas estruturais há decênios e até séculos. A ocupação urbana irregular é fruto,principalmente, de um processo histórico e constante de migração do interior do Estado que contribui para o aumento da violência e pelo aumento de demandas em todos os serviços públicos: saúde, moradia, mobilidade, trabalho e educação, além produzir graves agressões ao meio ambiente”, diz o trecho do documento.

Oliverira da duceuOliveira do Céu ao lado do Pai da candidata do PCdob de Raposa isso e abuso de poder o candidato a vereador não pode esta em obras.


ABUSO DE PODER POLÍTICO. INAUGURAÇÃO DE OBRA PÚBLICA. CINCO MESES ANTES DO PLEITO. PERÍODO PERMITIDO POR LEI. PRÁTICA LEGÍTIMA. MERA PROPAGANDA INSTITUCIONAL. 1. Nos termos do art. 77 da Lei 9.504 /97, a proibição do candidato comparecer à inauguração de obras públicas está restrita ao período de 3 (três) meses que antecedem a eleição. 2. Na espécie, a participação do Recorrente no evento de inauguração ocorreu 5 (cinco) meses antes da data do pleito, motivo pelo qual deve-se reconhecer que a referida conduta está devidamente amparada pela legislação de regência. 3. A inauguração de obra pública é um ato bastante comum em todas as esferas do Poder Executivo, e, desde que não seja em período vedado, tal prática é considerada legítima e caracteriza mera propaganda institucional, que visa a prestação de contas das atividades públicas perante a população.


29133635-86a5-4ea7-b6d7-a47326f09910
00ee1adc-4a92-44cb-bfce-5227281bda844. Recurso provido.Nos termos do art. 77 da lei 9.504/97 o candidato cargo do Executivo não pode estar presente na inauguração de obras públicas. Ocorre que a lei é omissa em relação a ao vereador que postula do executivo. Se não é necessário para o vereador a descompatibilização, por analogia não se aplicaria o art. 77 nesses casos. Estou correto em meu raciocínio?.

O candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington 11 (PP), apresentou nesta quinta-feira (25), durante entrevista concedida à Rádio Universidade FM, ações que ele implantará para resgatar o setor cultural de São Luís.


De acordo com Wellington, a cultura da capital maranhense foi totalmente esquecida nestes últimos quatro anos, assim como todos os agentes que a fazem.


“O cenário, hoje, é desolador. A atual administração renega as leis municipais que norteiam o setor e, por conta disso, não ocorreram investimentos corretos. Muito pelo contrário. O que se vê são as manifestações culturais sem nenhum apoio; festas tradicionais, como Carnaval e São João, sendo desprezadas; e as pessoas que fazem a cultura sendo humilhadas com o não pagamento, por parte da prefeitura, de caches, por exemplo”, afirmou o candidato no programa Santo de Casa, comandado pela radialista Gisa Franco.


Wellington garantiu que sua gestão à frente da prefeitura de São Luís desenvolverá uma política cultural que respeita e cumpre o estabelecido nas leis – plano municipal de cultura, sistema municipal de cultura e lei municipal de incentivo a cultura –, de proximidade com todos os atores do setor visando fomentar a atividade e torná-la efetivamente uma economia criativa geradora de emprego e mais renda.


Além da realização e divulgação de eventos tradicionais do calendário anual, como Carnaval e São João, o candidato disse que investirá em projetos de valorização nas mais diversas áreas (teatro, cinema, dança, dentre outros); revitalização de espaços públicos, como o Circo Cultural Nelson Brito, no Aterro do Bacanga, para que neles ocorram produções diversas; e expansão das atividades do setor para que cheguem nas regiões mais distantes, como os bairros da zona rural.


“Cultura está acima de qualquer diferença. Pensamos a cultura como um setor que deve produzir; que deve gerar renda e emprego. No nosso governo, serão banidas as práticas de apadrinhamento. Cultura é para todos e todos os seus setores e agentes serão incentivados por nossa administração”, destacou.


Na visita a Rádio Universidade FM, Wellington 11 também concedeu entrevista ao jornalista Adalberto Júnior, na qual abordou outros temas, tais como saúde, educação e trabalho parceiro entre as prefeituras da Grande Ilha.


A entrevista irá ao ar nesta sexta-feira (26), às 7h20, e pode ser acompanhada na frequência FM 106,9 ou no www.universidadefm.ufma.br.

12714446_1000976339982535_1361884181_nO Governador maranhense Flávio Dino, que em sua campanha tinha como slogan "governo de todos nós", deveria ter tido na verdade o slogan "governos de todos nós do PC do B", uma vez que no município de Raposa, as obras do governo estadual são realizadas com o único intuito de beneficiar a candidata Thalita Laci do mesmo partido do governador.


Não é de hoje que o Governador Flavio Dino usa o governo para beneficiar Thalita Laci, como todos sabemos nos três meses que Thalita passou saqueando o município como prefeita, através de um golpe, explodiram obras e mais obras realizadas pelo governo estadual no Município de Raposa, retirada do cargo pela justiça eleitoral, todas as obras foram paralisadas, voltando suas execuções agora no período campanha eleitoral.


O Governo do Estado, mais do ninguém, deveria saber que promover candidato com a máquina estatal é crime, devendo tal pratica ser investigada e coibida pelo Ministério Público e pela Justa Eleitoral.


Governo descaradamente pra privilegia sua candidata Talita laci veja foto do pai da candidata fiscalizando as obras do governador isso e uma vergonha


Laci nas Obras


https://youtu.be/5Rp4WAZX2Ik

https://youtu.be/gsYzofN7_jQ

A juíza eleitoral Teresa Cristina de Carvalho Pereira Mendes, titular da 47ª Zona Eleitoral, barrou, nessa quarta-feira 24, a tentativa do prefeito de São José de Ribamar, Gilliano Fred Nascimento Cutrim, o Gil Cutrim (PDT), de movimentar R$ 8,9 milhões em pleno período eleitoral.


A decisão, em caráter limiar, foi proferida em atendimento a uma representação proposta pela coligação “Juntos Vamos Construir Ribamar” contra a coligação “Avante Ribamar”, Banco do Brasil S/A, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Gil Cutrim, por prática de transferência voluntária de recursos em período vedado pela legislação eleitoral. Ambas as coligações são compostas apenas de candidatos a vereador.


De acordo com o documento, o prefeito, que é ainda ainda presidente municipal do PDT, um dos partidos que compõem a coligação “Avante Ribamar”, firmou contrato de abertura de crédito com o Banco do Brasil e o BNDES, no dia 15 de julho, conforme publicado no dia 22 do mesmo mês, no Diário Oficial de São José de Ribamar. A operação contraria o artigo 73, VI, a, da Lei n.º 9.504/97, cujo teor veda a transferência voluntária de recursos, nos três meses que antecedem o pleito.


O dinheiro, diz a coligação “Juntos Vamos Construir Ribamar”, na ordem exata de R$ 8.937.243,78 (oito milhões novecentos e trinta e sete mil duzentos e quarenta e três reais e setenta e oito centavos), seria utilizado para fins eleitorais.


Em sua decisão, a magistrada entendeu que a movimentação financeira prejudicará a igualdade da disputa e o resultado útil do processo. Contudo, o pedido liminar foi deferido apenas em partes (baixe a íntegra), sendo determinado a suspensão imediata dos repasses oriundos do contrato de abertura de crédito fixo entre a Prefeitura de São José de Ribamar, o Banco do Brasil e o BNDES, até decisão final do mérito.


“É impossível desvencilhar a figura do Prefeito deste Município, o Sr. GILLIANO FRED NASCIMENTO CUTRIM, da coligação "AVANTE RIBAMAR", uma vez que ele é o presidente de um dos partidos que compõem a referida agremiação, o PDT, mesmo que este não esteja concorrendo a qualquer cargo eletivo”, diz trecho da decisão.


No caso de descumprimento, ficou fixada o pagamento de multa de R$ 1 milhão. O valor deve ser rateado igualmente entre o prefeito de São José Ribamar e os representantes do BB e do BNDES. Entre os pedidos não atendidos na liminar, mas que ainda podem ser atendidos na sentença, está o da condenação de Gil Cutrim e dos dois bancos ao pagamento de multa, além de cassação dos registros ou diplomas de todos os candidatos a vereador da coligação “Avante Ribamar”.


Com isso, todos os 32 candidatos a vereador em Ribamar pelo PDT, PP, PR e PRP estão sub judice, o que significa que eles podem participar da disputa, porém correm o risco de ter seus votos anulados pela Justiça Eleitoral.

veja mais uma irregularidade  da candidata do grupo do PCdoB em raposa um carro parado tocando a musica da candidata Talita laci, pela irregularidade do acontecimento o carro em espotasse alguma não pode ficar para com o som ligado isso ocorreu ontem pela parte da tarde dia 23/08/2016 as 16:14 local próximo ao comercio ao campo da vila são sebastião em Raposa-MA.


https://www.youtube.com/watch?v=iD8drjawpZ8&feature=youtu.be

A violação do disposto neste artigo sujeitará o responsável pela divulgação da propaganda e o beneficiário, quando comprovado o seu prévio conhecimento, à multa no valor de R$5.000,00 (cinco mil reais) a R$25.000,00 (vinte e cinco mil reais) ou equivalente ao custo da propaganda, se este for maior (Lei nº 9.504/1997, art. 36, § 3º).

Mesmo com a declaração apresentada através do blog do domingos costa mostrando as certidões de quitação da justiça eleitoral, ainda não esta claro a veracidade dos fatos publicados no dia de ontem neste blog Joceilton Gomes.

até porque a coligação não demonstrou nenhuma prova de quitação das multas e nem demonstrou nenhuma decisão relatando a homologação da candidatura e comprovando que as denuncias feitas pelo ministério publico, já teriam sido apreciadas pelo juiz da zona eleitoral sendo assim a decisão ainda está sobre há responsabilidade do juiz da Comarca de Paço do Lumiar-MA.


876eb9b4-bfa6-4a40-9b79-84ffac1cd440-694x1024


a90b53bb-c97a-421b-a5a0-e436ddf1dd71-1

O candidato a reeleição pela coligação “Dom Pedro Para Todos”, prefeito Hernando Dias de Macedo (PCdoB), conta com o apoio do agiota Eduardo José Barros Costa, o ‘Eduardo DP’ ou ‘Imperador’, para continuar comandando os cofres públicos da cidade.



O neo aliado de Hernando Macedo, Eduardo DP (camisa quadriculada), durante apresentação à imprensa de presos em operação contra a agiotagem no Maranhão
Divulgação Ajudador O neo aliado de Hernando Macedo, Eduardo DP (camisa quadriculada), durante apresentação à imprensa de presos em operação contra a agiotagem no Maranhão


Filho da ex-prefeita da cidade, Maria Arlene Barros Costa, DP foi caçado e preso pelo menos três vezes pela Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) do Maranhão em pouco mais de um ano, por desvio de verbas públicas por meio de fraudes em licitações.


Em maio do ano passado, o neo aliado Hernando Macedo – considerado pela Polícia Civil como ladrão de dinheiro público da merenda escolar, aluguel de máquinas e de carros e medicamentos – chegou a ter uma de suas alcunhas utilizadas como nome de uma das operações que o colocou na prisão.


A estimativa segundo a polícia é que Eduardo DP tenha desviado cerca de R$ 19 milhões dos cofres de Dom Pedro. O valor é mais de 60 vezes maior do que o limite de gastos de Macedo nessa campanha de reeleição, de R$ 310.861,11.


Se o inquérito da Operação Imperador for encerrado pelo delegado Roberto Fortes até antes de 2 de outubro, o neo aliado do prefeito Hernando Macedo poderá responder a crimes como associação criminosa, lavagem de dinheiro, peculato e corrupção ativa e passiva. Se não for encerrado até lá, DP pode se movimentar livremente para auxiliar na reeleição do neo amigo.


Até o final do mês passado, o prefeito e o agiota eram desafetos ferrenhos. Com a chegada das eleições, porém, tudo mudou.

O ex-deputado estadual Marcos Antônio de Carvalho Caldas, o Marcos Play (PSDB), assumirá, a partir das 9 horas 30 minutos desta terça-feira 23, o mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão.


Suplente, ele foi beneficiado por um pedido de licença protocolado pelo deputado Alexandre Almeida (PSD), que deixa o cargo para se dedicar à candidatura a prefeito de Timon.


Desde março de 2015, Marcos Caldas vem recebendo como funcionário fantasma da AL-MA.


O tucano – que era sarneyzista e agora é dinista – era lotado no cargo em Comissão, Símbolo Isolado, de Diretor Geral Adjunto do Poder Legislativo estadual, e por isso deveria trabalhar o mínimo de 8 horas por dia, de segunda à sexta-feira. A exoneração de Caldas foi publicada no Diário Oficial da AL-MA nesta segunda-feira 22, e assinada pelo presidente Humberto Coutinho (PDT) e pelos deputados Edilázio Júnior (PV) e Carlinhos Florêncio (PHS), que agora serão seus colegas de parlamento.


Ao todo, Marcos Caldas embolsou quase R$ 200 mil como funcionário fantasma.

TALITA00001
Nas eleições municipais de 2012 em Raposa/MA, Talita Laci, que foi candidata a prefeita pelo partido PCdoB,  durante a campanha eleitoral de 2012,  foi multada nos valores de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e R$ 20.000,00 (vinte mil reais) por ter sistematicamente descumprido decisão judicial que determinou, na campanha eleitoral de 2012, a suspensão do ato de realização de passeatas e caminhadas, com a utilização, em massa, de camisas vermelhas com o símbolo e o nº 65 do PCdoB.


Talita Laci foi, à época, notificada pela Justiça Eleitoral  para efetuar o pagamento das multas eleitorais por propaganda irregular, no prazo de 30 (trinta) dias, sob pena de ter seu nome inscrito na dívida ativa e no cadastro eleitoral, conforme atestam mandados de citação assinados por Talita.


 Embora tenha sido devidamente notificada pela Justiça Eleitoral para efetuar o pagamento  das multas eleitorais, Talita Laci manteve-se inerte, deixando expirar o prazo legal de 30 dias, sem pagar as referidas multas eleitorais.


Ocorre que, pela legislação eleitoral, as multas eleitorais só poderiam ser pagar ou parceladas antes do registro da candidatura, para que pudesse ter condições indispensáveis de registrabilidade de sua candidatura.


No entanto, Talita Laci, inadvertidamente, protocolou o pedido de registro de sua candidatura na Justiça Eleitoral sem tomar qualquer providência com relação às referidas multas eleitorais.


Assim, em razão da falta de pagamento das multas eleitorais ser uma condição  insanável, sem “jeitinho” a situação é de completo desespero dos 65, pois a candidata deve ser rifada da disputa eleitoral desse ano, por absoluta falta  de atenção nas regras eleitorais. Em razão do indeferimento iminente da candidatura de Talita, já se cogita à “boca miúda” que o candidato da coligação dos 65 deve ser a mãe da impugnada, Régia Laci, ou o irmão, Leonardo.


Vamos aguardar os próximos capítulos.


20160819_145150 (1)
20160822_150553
20160819_145150
20160819_144549
20160819_144108

É aflitivo o esforço do blogueiro Domingos Costa, aliado algumas pessoas de Paço do Lumiar e da Fracassada Candidata Talita Laci, tentar armar pra cima do  blog Rilton Silva, é uma peça digna de vergonha alheia. Como todos sabem, depois das ameaças (clique aqui), Domingos Costa tenta agora associar nosso nome, ao um suposto estupro de adolescente, a situação moral do blogueiro ficou mais feia e mostra seu total descontrole.




A armação começou quando Domingos Costa, colocou no Facebook a postagem de uma adolescente que afirma que o titular deste blog está sendo procurado por estupro, na postagem a adolescente ainda afirma que é prima da suposta vítima. Sem o menor soslaio de noção, como se não tivessem nada a perder Domingos Costa, faz ameaças ao titular deste blog. E garante que irá publicar a matéria sem investigar a veracidade da denúncia.







[caption id="" align="aligncenter" width="265"] Blogueiro Domingos Costa e suas ameaças[/caption]

Porém, ao investigar a origem das denúncias, descobrimos que a conta criada no Facebook com o nome de “Fernanda Pezao” não passa de um Fake (perfis usados na Internet para ocultar a identidade real de um usuário). O caso já foi comunicado a Polícia, em breve o blogueiro Domingos Costa terá que dá muitas explicações a respeito desta história.


Veja o B.O 

 

O titular deste blog, encaminhou um oficio ao Conselho Tutelar de Paço do Lumiar para saber se existe de fato alguma investigação neste sentido, os conselheiros afirmaram que desconhece qualquer denúncia desta natureza naquele órgão contra o nosso nome.

Veja o documento.

 

O comportamento de Domingos Costa apenas demostra sua insanidade mental, fico triste ao saber que ainda existe uma minoria de blogueiros com esse perfil, que tentam de tudo para alcançar seus objetivos. Isso não é uma exceção, mas a regra. Sempre é nesse baixo nível a interação dessa gente. Ainda mais quando seus interesses estão sendo prejudicados.

Ao menos um fato já temos, o Blog de BOSTA, como Domingos Costa, está desesperado tentando falsificar a realidade.

O Ministério Público Eleitoral (MPE), ajuizou, no final da tarde dessa sexta-feira 19, ação de impugnação de registro do candidato a prefeito de Imperatriz Ildon Marques de Souza (PSB), da coligação “Para o bem de Imperatriz”. A ação é do promotor Carlos Augusto Ribeiro Barbosa, que cuida da 33ª Zona Eleitoral do Estado do Maranhão, e pede o indeferimento do registro de candidatura de Marques.



Trecho do pedido de impugnação de candidatura de Ildon Marques feito pelo MPE
Atual7 Ficha Suja recho do pedido de impugnação de candidatura de Ildon Marques feito pelo MPE


O pedido é baseado no argumento de inelegibilidade do candidato, pelo fato de que o socialista teve duas contas julgadas irregulares, com trânsito em julgado, pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e foi condenado pelo Poder Judiciário maranhense, com trânsito em julgado, em pelo menos um dos seis processos em que responde por improbidade administrativa.


O MPE argumenta que decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF), de que é exclusivamente da Câmara Municipal a competência para julgar as contas de governo e as contas de gestão dos prefeitos, não se aplica aos julgamentos de contas feitos pelo TCU. Esse entendimento jurídico foi revelado pelo ATUAL7, em primeira mão, na quarta-feira 17, e motivou também uma impugnação e pedido de indeferimento do registro do candidato Zé Vieira em Bacabal.


Além de Ildon Marques e Zé Vieira, quem também deve ser alvo de impugnação e pedido de indeferimento de candidatura é o prefeito de Alto Alegre do Maranhão, Liorne Branco. Ele também é um dos 563 maranhenses quem aparecem na lista de fichas sujas do TCU. Segundo a Lei da Ficha Limpa, eles estão inelegíveis por oito anos.


Vale lembrar que, em 2014, Ildon Marques concorreu e terminou como suplente na Câmara Federal mesmo com as condenações no TCU e na Justiça estadual.


Ocorre que a decisão que o livrou da Lei da Ficha Limpa foi proferida monocraticamente por um ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Isto significa que, embora tenha escapado na eleição passada, não se pode afirmar que Marques terá mesma sorte nas eleições de 2 de outubro. Desta forma, ainda que consiga concorrer sub judice, todos os seus votos podem ser declarados nulos.

O candidato a prefeito da coligação “Por Amor a São Luís”, Wellington 11 (PP), arrastou uma multidão, nesta sexta-feira (20), durante caminhada no Centro de São Luís. O evento, o primeiro ato público da campanha vitoriosa de Wellington, foi marcado pelas diversas demonstrações de carinho e apoio que o candidato e o seu grupo político receberam dos eleitores.


“Sem dúvida, é o melhor nome para governar São Luís e retirá-la da situação de caos vista hoje. O candidato Wellington é um político atuante, um homem que está permanentemente nos bairros ouvindo a população. Ele conhece a realidade da cidade e tem propostas concretas para torna-la melhor. Por isso e muito mais, nosso próximo prefeito será Wellington 11”, disse o comerciante Arnaldo Sousa.


A concentração aconteceu na Praça João Lisboa. Em seguida, Wellington; o candidato a vice-prefeito, vereador Roberto Rocha Júnior (PSB); candidatos ao cargo de vereador; e outras lideranças políticas e comunitárias percorreram a Rua Grande em direção a Praça Deodoro, local onde ocorreu ato público.


Wellington disse estar fazendo uma campanha propositiva e pautada no corpo a corpo com o cidadão, assim como sempre aconteceu na sua vida política. De acordo com ele, São Luís não pode mais esperar e necessita de um prefeito que, de fato, conheça os problemas da cidade e que tenha comprometimento e soluções para resolvê-los.


O progressista agradeceu a confiança das milhares de pessoas que participaram do evento político, classificado por ele como uma demonstração da vontade popular de mudar São Luís.


“Nossa campanha é feita com o apoio e a força do povo. Não estamos utilizando estrutura pública nem, tão pouco, pagando para que as pessoas estejam conosco participando de qualquer ato que seja. Àqueles que apoiam nosso projeto é porque querem que São Luís mude, que entre no rumo certo do desenvolvimento. E tenho certeza que, a cada dia, esse movimento positivo, essa onda do 11, irá crescer cada vez mais”, disse.


Roberto Rocha Júnior também agradeceu as diversas manifestações de apoio.


Para o candidato a vice-prefeito, a campanha de Wellington é diferenciada porque conta, verdadeiramente, com o apoio dos ludovicenses.


Além do PP e PSB, a coligação “Por Amor a São Luís” é integrada pelo PSD e PHS, possuindo 140 candidatos ao cargo de vereador.

O pai de Talita de Laci, José Laci, que já tem várias condenações criminais por corrupção, cujas penas privativas de liberdade ultrapassam os 15 (quinze) anos de prisão, sofreu mais um duro golpe. Laci foi condenado pelo TCU (Tribunal de Contas da União) a devolver a bagatela de, pasmem, R$ 9.805.000,00 (nove milhões e oitocentos e cinco mil reais), cujos valores são referentes a   convênios mantidos pelo governo federal para a saúde e educação. O processo de nº. 022.735/2010-0, que não cabe mais recurso, pois já transitou em julgado, pode ser visualizado no site do TCU.


Enquanto isso, a filha do enrolado ex-prefeito, Talita Laci, parece trilhar os mesmos passos de corrupção e desvios milionários do pai. Talita Laci responde a 04 (quatro) processos por indícios de desvios milionários dos cofres da Prefeitura de Raposa.


A ex-prefeita Talita Laci, em sua tsunâmica passagem pela prefeitura de Raposa, aproximadamente 03(três) meses, de fevereiro de 2015 a maio de 2015, passou como um furacão pelas contas da Prefeitura de Raposa, deixando um triste legado para os raposenses, qual seja, fortes indícios de desvios de valores na ordem de, pasme, R$ 3.602.040,01 (Três milhões, seiscentos e dois mil, quarenta reais e um centavo).


            Importante ressaltar que, somente por meio da Secretaria Municipal de Saúde, nesse curto período sob o comando da ex-alcaide Talita Laci, foram  “movimentados” das contas da Prefeitura valores na ordem de R$ 1.347.678,75 (um milhão, trezentos e quarenta mil, seiscentos e setenta e oito reais e setenta e cinco centavos). Além do mais, através da Secretaria de Administração e Planejamento, pasta que tinha como secretário o irmão da ex gestora, Leonardo Pequeno de Oliveira, as cifras também são milionárias, quais sejam, R$ 2.127.764,55 (dois milhões, cento e vinte e sete mil, setecentos e sessenta e quatro reais e cinquenta e cinco centavos). Ressalte-se ainda as movimentações suspeitas dos recursos do SAAE e da Assistência Social, no montante R$ 126.597,42 (cento e vinte seis mil, quinhentos e noventa e sete reais e quarenta e dois centavos).


Em razão dessas movimentações financeiras milionárias, sem contrapartida de serviços públicos realizados no município de Raposa nesse período, bem como sem qualquer prestação de contas na contabilidade da Prefeitura de Raposa, a ex-gestora Talita Laci responde a 04 (quatro) ações de reparação de danos ao município de Raposa,  sob os números 3522016, 3622016, 3722016 e 3822016, que tramitam na Vara Única do Termo Judiciário de Raposa.


Na contabilidade da Prefeitura de Raposa há tão somente os extratos bancários das “retiradas”  milionárias, conforme se pode depreender das movimentações financeiras abaixo discriminadas.


Nesse curto período em que esteve à frente da Prefeitura de Raposa, de fevereiro/2015 a maio/2015, Talita Laci  retirou o montante de R$ 3.602.040,01 (três milhões, seiscentos e dois mil, quarenta reais e um centavo). Mesmo com toda essa dinheirama, que foi desviada sem qualquer contrapartida de serviços públicos, tais como saúde, educação, saneamento e pavimentação, a ex-gestora deixou ainda mais um triste legado no período em que esteve à frente da prefeitura, que foi um calote milionário de três meses sem pagar os funcionários do município de Raposa.


Quem imaginava que não poderia haver nada pior que a desastrosa administração de Clodomir, equivocou-se, pois na sua curta passagem pela prefeitura de Raposa, Talita Laci deixou um verdadeiro rastro de destruição.


Portanto, que isso sirva de alerta aos cidadãos raposenses.


 20160715_134356
20160715_134413
20160715_134428_1
20160715_134450
20160715_134508
20160715_134528
20160715_134539
20160715_134553
20160715_134600
20160715_134609
20160715_134621
20160715_134633

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) criticou o governador Flávio Dino, nessa quarta-feira 17, por, em vez de dar encaminhamento ao projeto amplo que trata da Lei de Organização Básica (LOB) da Polícia Militar do Maranhão, apenas enviar para a Assembleia Legislativa medidas provisórias que tratam de assuntos pontuais da força policial.


A medida provisória em questão, sob o n.º 223/2016, dispõe sobre o efetivo da PM-MA. “Eu não tenho nenhuma objeção a essa MP em si. Mas é importante frisar que o governador tem que parar de enviar medidas provisórias, principalmente sobre a força policial do Estado, de maneira que mais parecem improvisos, puxadinhos e emendadinhos”, disse.


“Nós, deputados, precisamos sensibilizar o governo a mandar para esta Casa a LOB da Polícia Militar, porque assim vamos resolver a questão e acabar com esses paliativos. Nós vamos acabar com esses puxadinhos”, frisou.


Para Adriano, o envio constante de medidas provisórias prejudica o trabalho legislativo. Ele afirma ter contado mais de 60 MPs nesta legislatura.

A controvertida decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a desaprovação de contas não gera inelegibilidade do prefeito, nos termos da Lei da Ficha Limpa, vale apenas para julgamentos feitos por Tribunais de Contas dos Estados (TCEs) e não aos julgamentos de gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU).


Dessa forma, todos os 6.901 políticos da nova lista de fichas sujas divulgada pelo TCU e entregue ao Superior Tribunal Eleitoral (TSE), na segunda-feira 15, podem ser alvos de ações de inelegibilidades propostas pelos adversários ou pelo Ministério Público Eleitoral. O próprio juiz eleitoral pode também, por conta própria, analisar os casos e declarar os candidatos inelegíveis, sem necessidade de ser provocado.


Esse entendimento está no próprio Recurso Extraordinário (RE) 848826, julgado no último dia 10 pelo STF, quando o Plenário decidiu que é exclusivamente da Câmara Municipal a competência para julgar as contas de governo e as contas de gestão dos prefeitos, cabendo aos TCEs - e não ao TCU - auxiliar o Poder Legislativo municipal, emitindo parecer prévio e opinativo, que somente poderá ser derrubado por decisão de 2/3 dos vereadores.


Diferente dos TCEs, que tem poder de apenas emitir parecer prévio e opinativo sobre as contas do chefe do Executivo municipal, o trabalho do TCU é julgar gestores das três esferas da administração: federal, estadual e municipal. Isso porque o TCU pode julgar qualquer um, desde que o caso envolva mal o uso de recursos federais, em ações irregulares como omissão no dever de prestar contas; gestão ilegal, ilegítima ou antieconômica, ou ainda infração à norma legal de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional ou patrimonial; dano ao Erário, e, por fim, desfalque ou desvio de dinheiro público.


Potencias inelegíveis


No Maranhão, a lista atualizada do TCU aponta que pelo menos 563 políticos estão entre os potenciais inelegíveis por problemas nas prestações de contas, referente a convênios e contratos para prestação de serviços firmados com recursos enviados pelo governo federal. Na relação anterior, entregue ao TSE em junho, a quantidade de maranhenses fichas sujas era um pouco menor, de 549.


Entre os fichas sujas os mais conhecidos na lista do TCU, que concorrem nas eleições de 2 de outubro, aparece os nomes dos ex-prefeitos Zé Vieira, de Bacabal; Ildon Marques, de Imperatriz; e Liorne Branco, de Alto Alegre do Maranhão. Todos tentam voltar ao comando do município nestas eleições. Segundo a Lei da Ficha Limpa, porém, eles estão inelegíveis por oito anos.


Ainda assim, por uma brecha na própria legislação, os candidatos fichas sujas que aparecem na lista do TCU podem tentar concorrer, porém todos sub judice. Isto porquê, embora na disputa, eles possuem pendências legais por conta da inclusão na lista de inelegíveis do Tribunal de Contas da União, e por isso podem ter seus votos anulados pela Justiça Eleitoral, que é quem tem o poder de decisão final para decidir sobre o caso.


Outros fichas sujas


Já entre os que não concorrem ao pleito deste ano, mas são apontados pelo TCU como fichas sujas, destacam-se os nomes dos prefeitos e ex-prefeitos de Imperatriz, Jomar Fernandes; Chapadinha, Isaías Fortes; Vitorino Freire, Juscelino Rezende; Bacabeira, José Reinaldo Calvet; Matões, Rubens Pereira; Codó, Ricardo Archer; Anapurus, Tina Monteles; São João Batista, Zequinha Soares; e Raposa, José Laci de Oliveira.


Quem também aparece na lista é o pai do governador Flávio Dino (PCdoB), o ex-prefeito de João Lisboa, Sálvio de Jesus Castro e Costa, o Sálvio Dino. Ele aparece com pelo menos três condenações.


Em uma delas, em tomadas de contas especial, o TCU detectou irregularidades na obra e na gestão financeiro de um convênio para um sistema simplificado de abastecimento de água no povoado de Vila Tibúrcio, localizado no município. O relatório aponta que o ex-prefeito recebeu o dinheiro federal, mas não o aplicou corretamente na obra, que não foi concluída. O sistema de abastecimento de água feito por Sálvio Dino, frisa o relatório, foi construído em “condições precárias e desumanas”.


O deputado estadual Hemetério Weba também aparece na lista de fichas sujas do TCU.

MAURIO-CAPOTE
a População que saber o que esta acontecendo que o empresario Sr Capote em última hora Oficializou a Candidatura de Vice pela Chapa com Maurício Almeida em Raposa uma pessoas da família confirmou em rede social no Whatsapp que uma parente do Empresario pergunta que não quer calar o que aconteceu com o Sr Capote e o Maurício Almeida.

whatsapp

 

Pai da Candidata do Governo do Município de Raposa e condenado a prisão e tem seu nome na lista do TCE e TCU  e Ministério Público ie acusado de desvios de verbas do município.
4ceaa-josc3a92blaci2be2btalita2blaci
Ex-prefeito José Laci pai da candidata do PCdoB tenta empurrar de goela abaixo o povo de Raposa como prefeita deste Município por que está mais sujo que pau de galinheiro quando o prefeito deste município.


segundo órgão competentes como TCE, TCU e Ministério Publico condenou o mesmo por desvios públicos deste município imagina como ficara nossa cidade mais uma vez controlada pelo este cidadão tendo parentes na prefeitura. A lista e a condenação

tce

lista completa dos gestores que estão condenados que não pode mais ser mais nada na vida 

Se o aumento descontrolado da passagem dos ônibus fosse uma das modalidades das Olimpíadas, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), seria medalhista ouro. Eleito em 2012 sob a promessa de mudança, o pedetista não manteve as rédeas da própria administração e, em meio a dificuldades para acalmar os empresários do setor, não segurou o valor da passagem e repassou pelo menos um aumento por ano aos usuários.


O recorde imbatível de Edivaldo começou a ser traçado logo nas primeiras semanas em que ele sentou na cadeira de prefeito de São Luís. Em fevereiro de 2013, mesmo tendo prometido em campanha o contrário, o pedetista fez a passagem saltar de R$ 1,98 para 2,75. O aumento levou milhares de estudantes às ruas, e acabou motivando a promotora de Defesa do Consumidor, Lítia Cavalcanti, a intervir. Ilegal, o aumento acabou sendo derrubado na Justiça.


Pouco mais de um ano depois, em junho de 2014, sob a alegação de que os empresários estavam em uma “situação de colapso financeiro-operacional” Edivaldo voltou a aumentar a passagem e ainda pôs fim a chamada ‘domingueira’, como era chamado o pagamento de meia-passagem durante todos os domingos. O aumento foi de R$ 0,30 em todas as linhas, deixando a mais cara em R$ 2,40. Para acalmar os usuários, Edivaldo prometeu investimentos e melhorias substanciais no sistema, como a renovação da frota com 500 novos ônibus. Contudo, uma viagem em qualquer ônibus, para qualquer bairro, mostra que a promessa até hoje não foi completamente cumprida.


Nove meses depois, em março de 2015, Edivaldo Júnior anunciou um novo aumento. Desta vez, de 16%. Sob articulação do então promotor-geral do município, Marcos Braid, que agora trabalha como advogado de sua de campanha, o pedetista conseguiu ainda no Tribunal de Justiça do Maranhão, no mesmo ano, o direito de aumentar as tarifas de transporte coletivo e de táxis da capital maranhense sem o referendo da Câmara Municipal de São Luís, isto de é, de aumentar a passagem quando bem entender, sem precisar pedir autorização da Câmara, que só concedia após diversas audiências públicas.


Na ocasião, as passagens mais altas subiram de R$ 2,40 para R$ 2,80. As mais baratas passaram de R$ 1,90 para R$ 2,20 e R$ 1,60 para R$ 1,90. Pressionado por estudantes, que foram novamente às ruas por três dias consecutivos exigir a revogação do decreto, Edivaldo recuou, mas somente em parte. Uma pequena parte, na verdade. Apenas a passagem das linhas do Sistema Integrado de Transporte (SIT), que havia sido reajustada para R$ 2,80, caíram para R$ 2,60.


Em 2016, ano eleitoral e de Olimpíadas, Edivaldo voltou a sair em disparada e cravou um novo aumento no bolso do usuário do transporte coletivo, em 11,8%. Feita via decreto, já que não precisava mais da autorização da CMSL, o aumento subiu a passagem de R$ 1,90 para R$ 2,20; de R$ 2,20 para R$ 2,50; de R$ 2,60 para R$ 2,90; e as semiurbanas de R$ 2,90 para R$ 3,10.


Curiosamente, a justificativa apresentada à população foi que, com a implantação do programa Bilhete Único, que na verdade deveria ser um benefício e cumprimento de promessa de campanha, os empresários do transporte público estavam enfrentando sérias dificuldades para arcar com os custos da manutenção dos salários dos funcionários e dos ônibus que atendem o sistema.

Depois de dezenas de reuniões com moradores de diversas comunidades do Município de São Luís, o sindicalista Aníbal, candidato a vereador pelo Partido Republicano da Ordem Social (Pros), definiu o saneamento básico como uma das suas propostas de luta dentro da Câmara de Vereadores de São Luís. Para Aníbal, a Prefeitura de São Luís precisa liderar um movimento que envolva os demais municípios da Ilha, a fim de implantar um projeto comum de saneamento básico pautado na preservação ambiental.


Anibal esteve neste fim de semana em várias comunidades na região do Anjo da Guarda, tendo constatado grandes lixões, falta de manejo apropriado dos resíduos e ausência de rede de esgoto. Segundo o candidato essa é uma realidade que precisa de atenção urgente do poder público, considerando que o ecossistema da Ilha é extremamente sensível. Anibal defendeu um pacto entre os poderes públicos dos quatro municípios, com o apoio do governo estadual.


“O nosso ecossistema é único e precisamos unir esforços para garantir a sua preservação. Apesar de já haver preocupação com a destinação de parte do lixo produzido na capital, ainda é comum encontramos lixões como este aqui na Vila Palestrina [área do Anjo da Guarda]. A consequência direta é a proliferação de doenças e a contaminação dos poucos lençóis freáticos que contribuem para o abastecimento de água em grande parte da Ilha. Tenho certeza que este é um pleito que terá a sensibilidade de todos os gestores, pois interessa diretamente à toda população”, esclareceu Anibal durante visita realizada no último fim de semana na região.


Falta de água


No Bairro Alto da Esperança a reclamação dos moradores também foi com relação à falta de água nas torneiras, motivo que faz com que crianças, e até idosos, tenham que caminhar por quase um quilômetro até a parte baixa da comunidade para conseguir alguns baldes de água para suas necessidades básicas. Esse quadro é resultado da má distribuição de água na capital, razão pela qual Aníbal defende urgência na conclusão da obra de duplicação da adutora Italuis, sistema que abastece aproximadamente 60% das residências de São Luís.


Moradias irregulares


Durante as visitas realizadas em cerca de 60 comunidades nos últimos dois meses, Aníbal se mostrou muito preocupado com a grande quantidade de moradias irregulares que encontrou, algumas delas em áreas que oferecem riscos aos ocupantes. Aníbal disse que um de seus projetos é garantir a regularização de moradias na capital, assegurando o direito de posse e propriedade dos moradores.


“Respeitando o que determina a legislação ambiental e a relacionada à regularização fundiária, quero encampar uma grande luta pelo direito à moradia digna de cada cidadão. Precisamos fazer valer o que determina nossa constituição, assim como precisamos obedecer ao plano diretor de nossa cidade. Além disso, a regularização vai movimentar a economia, pois permitirá que as pessoas financiem seus imóveis ou mesmo contraiam empréstimo para realizar reformas”, assinalou Anibal.


Itinerância


Cumprindo uma extensa agenda de compromissos, Aníbal atendeu ao pedido de mais de 60 comunidades de São Luís. Em todas elas, o então pré-candidato, ouviu moradores e conversou com lideranças sobre os principais problemas da cidade. Segundo Aníbal, o contato com as pessoas é fundamental para formulação de projetos que atendam aos anseios de mudança. “Gerir a coisa pública é, em uma definição, trabalhar com e para a população, ouvindo suas angústias e atendendo suas necessidades”, afirmou.

Nenhum dos condenados pode mais recorrer das decisões


pleno-tce-maranhao-e1470879554247-940x540O Tribunal de Contas do Estado (TCE) entregou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, nesta quarta-feira 15, uma lista de 1.319 agentes com contas julgadas irregulares. Com a sentença do Superior Tribunal Federal (STF), do último dia 10, a relação não serve mais de base para a declaração de inelegibilidade para as eleições municipais de 2 de outubro.


Contudo, nenhum dos condenados pelo órgão fiscalizador pode mais recorrer das decisões.


A listagem está disponibilizada pelo portal do TCE-MA para que a sociedade tome conhecimento dos gestores públicos que não usaram bem o dinheiro público nos últimos oito anos, principalmente agora que cabe à Câmara de Vereadores, que atua em sua maioria em coluio com gatunos de dinheiro público, a tornar os gestores ficha suja.


Além de prefeitos e ex-prefeitos, na relação constam os nomes de presidentes e ex-presidentes de câmaras municipais e de gestores de órgãos da administração direta e indireta do Estado e dos municípios do Maranhão, além de contas de convênios estaduais e federais geridos pelos chefes dos Executivos municipais.


Entre os nomes de secretários mais conhecidos estão os secretários municipais de São Luís Helena Duailibe e Canindé Barros.


Já entre os prefeitos aparecem os de Afonso Cunha, José Leane; de Anapurus, Tina Monteles; Centro do Guilherme, Maria Deusdete Lima, a Detinha; e o de Imperatriz, Sebastião Madeira.


Entre ex-gestores estão na lista a ex-prefeita de Açailândia Gleide Santos; de Arari, Leão Neto; de Bacabeira, José Venâncio, o Venancinho; de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim; de Barreirinhas, Milton Dias Rocha Filho, o Miltinho; de Nina Rodrigues, Iara Quaresma; de Caxias, Paulo Marinho; de Chapadinha, Magno Bacelar; de Paço do Lumiar, Bia Aroso; de São Benedito do Rio Preto, Creomar Mesquita; e o ex prefeito de Imperatriz, Ildon Marques.


Ao todo, o TCE-MA julgou 3.239 processos. Como alguns gestores sofreram mais de uma condenação, a lista enviada ao TRE-MA possui um total de 4.165 registros.

raposa

































































































































































































































































































































































































































































































Nome na Urna Nome Completo Situação Partido Coligação
ALDIRJOSE ALDIR DE SOUSA51051Aguardando julgamentoPENUNIDOS PARA MUDAR
ANAIRANAIR ALVES ARAUJO22123Aguardando julgamentoPRJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ANTONIO JOSEANTONIO JOSE LUIS DA SILVA27333Aguardando julgamentoPSDCUNIDOS PARA MUDAR
AROLDO XAROLDO RODRIGUES DA SILVA15123Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
AURINETEMARIA AURINETE RODRIGUES CARTAGENES10777Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
CESÃOFRANCISCO CESAR TEIXEIRA DOS SANTOS15001Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
CIZÉFRANCISCO JOSE SILVA DA CONCEIÇÃO28456Aguardando julgamentoPRTBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
CLEILSON ALVESCLEILSON ALVES DA SILVA10533Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
CONCITAMARIA DA CONCEIÇÃO FERREIRA10111Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
DIEGO LEOJHON LEO ROSA RODRIGUES10222Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
DR. TARCISOTARCISO ALVES GOMES15456Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
DUNGAADONIAS CARVALHO DE SOUZA19000Aguardando julgamentoPTNUNIDOS PARA MUDAR
ELENILDO ROCHAELENILDO NETO ROCHA15015Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ENILDESMARIA ENILDES DOS SANTOS REIS15666Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ENOQUEENOQUE LISBOA DE SOUZA15555Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
FABÍOLAFABÍOLA HELENA DE JESUS BRAGA10897Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
FRANK NETOJOSE FRANKLIN SEBA RODRIGUES22000Aguardando julgamentoPRJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
GILSONGILSON DOS SANTOS GOUVEIA10123Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
GILSON DO INHAUMAGILSON CARLOS MARQUES GONÇALVES20000Aguardando julgamentoPSCJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
IRMÃO DOMINGOSDOMINGOS DO ESPIRITO SANTO SILVA ALMEIDA27222Aguardando julgamentoPSDCUNIDOS PARA MUDAR
IRMÃO IVALDOIVALDO CORTÊS FROIS44111Aguardando julgamentoPRPRAPOSA PARA TODOS 1
IRMÃO JORGEJORGE LUÍS MONTEIRO DE MELO10011Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
IRMÃO VALTERVALTERLY CARVALHO GARCEZ10963Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
JANIEL ALENCARJANIEL ALENCAR ALVES19123Aguardando julgamentoPTNUNIDOS PARA MUDAR
JAYDERJAYDER SOUSA OLIVEIRA27000Aguardando julgamentoPSDCUNIDOS PARA MUDAR
JOAQUIM SOUTOJOAQUIM SOUTO CONCEIÇÃO10888Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
JOCEILTON GOMESJOCEILTON GOMES DA ROCHA51000Aguardando julgamentoPENUNIDOS PARA MUDAR
JOSE DIASJOSE RIBAMAR JANSEN DIAS27777Aguardando julgamentoPSDCUNIDOS PARA MUDAR
LAURIVAN DO POSTOLAURIVAN UCHOA LIMA15789Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
LIDIA DA COLONIALIDIANE MORAES ROSA15000Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
LUCINETE ALBUQUERQUEMARIA LUCINETE DOS SANTOS ALBUQUERQUE10678Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
MAGNO DA COLÔNIAANTÔNIO MAGNO ROCHA DA SILVA10456Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
MARLENE CABELEREIRAMARLENE RODRIGUES DA SILVA ESTEVÃO10334Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
MATEUS DA ELETRÔNICAMATEUS BARBOSA CORRÊA10133Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
MELKMELQUISEDEQUE LISBOA AGUIAR31111Aguardando julgamentoPHSUNIDOS PARA MUDAR
MÁRCIO LEONARDIMÁRCIO ROGÉRIO LEONARDI44000Aguardando julgamentoPRPRAPOSA PARA TODOS 1
PATRÍCIAPATRICIA SOUZA DA SILVA10321Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
PIERRE DA PESCAPIERRE DE OLIVEIRA15678Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
PROFESSOR JORGE LUÍSJORGE LUÍS ALVES BATISTA DA SILVA10789Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
PROFª ELIENEMARIA ELIENE SOUSA DA SILVA15111Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ROBERTO DE ALLANAROBERTO SOUSA ALVES44444Aguardando julgamentoPRPRAPOSA PARA TODOS 1
ROMARIOROMARIO PABLO DOS SANTOS51111Aguardando julgamentoPENUNIDOS PARA MUDAR
ROSA DO ARAÇAGIROSILENE PEREIRA TEIXEIRA22222Aguardando julgamentoPRJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ROSANA DIASROSANA MARIA AROUCHA DIAS15222Aguardando julgamentoPMDBJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
SANDRO GÁSSANDRO PEREIRA LUCENA10147Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
SILVELENESILVELENE DA SILVA EVANGELISTA10369Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
UDES FILHOUDES LEMOS DA CRUZ FILHO10000Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
WAGNER FERNANDESWAGNER FERNANDES PEREIRA BARBOSA10333Aguardando julgamentoPRBRAPOSA PARA TODOS 1
WENDELLWENDELL LUCENA DE OLIVEIRA25000Aguardando julgamentoDEMJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
WILLIAMWILLIAM TRINDADE DE CARVALHO19111Aguardando julgamentoPTNUNIDOS PARA MUDAR
ZANOMOISANIEL PEREIRA DE OLIVEIRA22111Aguardando julgamentoPRJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ
ZÉ MÁRIOMARIO DO NASCIMENTO DA COSTA22333Aguardando julgamentoPRJUNTOS POR UMA RAPOSA FELIZ

Contato

Joceilton Gomes, Radialista DRT 002235 , Locutor,Apresentador e Animador, Programador, Designer Gráfico

Pesquisar este blog

Elo Internet

Elo Internet

Aquivos