E a “estrela” tão propagada e esperada na caminhada da candidata a Prefeitura de Raposa, Talita Laci, não apareceu. A atividade política que estava marcada para a tarde de domingo, 11, de fato, aconteceu, mas sem a presença do governador Flávio Dino.
Há semanas, aliados da comunista gritavam aos quatro cantos que o “governador de todos nós” fazia questão de participar da caminhada da filha de Laci e, por isso, estaria presente no ato. Mas aconteceu  o seguinte: Flávio Dino mandou sua trupe do Governo “representá-lo”, com direito a uso da estrutura de equipamentos da Secretaria de Comunicação (leia-se drones e afins) e foi lá para Paço do Lumiar, pertinho de Raposa, tentar salvar a candidatura do liquidado Domingos Dutra.

Enquanto Isso …


Mas, como assim? Não era a comunista que era a “queridinha” do governador? Não era a ela que Flávio Dino fazia altas declarações, dizendo que ela será a próxima prefeita de Raposa?
Flávio Dino está se achando uma espécie de Lula – o único político que foi capaz de transferir votos e eleger uma presidente por 2 mandatos.
O candidato que for depender disso está é ferrado, pois sem carisma e sem trabalho ainda apresentado, a verdade é que Flávio Dino não sabe nem se ainda se reelege a governador do Maranhão.
Bom, o fato mesmo é que o comunista-mor não compareceu à caminhada de Talita Laci, frustrando a todos os presentes, inclusive ela. Sabendo ele que sua candidata não decola, teria o governador “acusado o golpe”?
Fonte: Mônica alves