Do Blog do Aquiles Emir


Corria o ano de 2008. Jackson Lago era governador do Maranhão e decidiu contrariar seu partido, o PDT, que havia lançado Clodomir Paz para prefeito de São Luís, e apoiou João Castelo (PSDB) a sucessor de Tadeu Palácio (seu ex-vice).



Aliança como Castelo em São Luís deve tirar votos da pré-candidata Eliziane Gama
Divulgação/Agência Assembleia Caostelo A candidata Eliziane Gama, no tempo que a São Luís de verdade sobre João Castelo era outra


Despontando na política com a promessa de renovação, o ex-juiz federal Flávio Dino (PCdoB), então exercendo cargo de deputado federal, entrou na disputa. Para derrotá-lo, Castelo foi buscar, além do apoio informal dos pedetistas, a adesão do PSB e do PTC, partido ao qual era filiado até ano passado o hoje prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que já está de legenda nova, o PDT, a mesma de Jackson Lago.


Derrotado, Flávio Dino chorou de raiva e decepção e ainda disse que o povo de São Luís havia feito a opção pelo pior.


Edivaldo Holanda Júnior, que hoje é aliado do Palácio dos Leões, pensava diferente, e comemorou o massacre do tucano sobre o comunista. Em 2012, Edivaldo Holanda, desta vez apoiado por Flávio Dino, disputou e venceu a eleição contra Castelo.


Ainda como parte deste intrigado jogo político, em 2012, também contra João Castelo, disputou a prefeitura de São Luís, a deputada Eliziane Gama (PPS), que não economizava palavras para criticá-lo, como atesta a foto ao lado.


Na eleição deste ano, Eliziane tenta derrotar Edivaldo Holanda com o apoio daquele que, segundo ela, foi um caos para São Luís.


Ah, mas como a política é complicada!