segunda-feira, 24 de outubro de 2016
Funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) entraram em greve, por tempo indeterminado, em São Luís. Eles cobram melhor estrutura para trabalhar. Segundo os socorristas, a sede do Samu está em condições insalubres, que oferecem risco de contaminação no processo de lavagem das ambulâncias. Ainda segundo os funcionários, faltam equipamentos e ambulâncias.
A Associação dos Funcionários informou que atualmente há apenas 10 veículos para atender a uma população com mais de 1 milhão de habitantes. Outras 10 estariam quebradas ou sem condições de funcionamento.

Nova União FM

Salmo do Dia

Facebook

Moeda

Bolsa de Valores

Publicidade:

Elo Internet