Blog Joceilton Gomes: Ex-ministro Edson Lobão seria beneficiário de esquema de propina envolvendo AP Energy e Camargo Corrêa
sexta-feira, 18 de novembro de 2016
Um depoimento obtido pela Polícia Federal está ajudando a fechar o cerco da propina de Belo Monte ao ex-ministro Edison Lobão (PMDB-MA). Pela primeira vez, o empresário Fernando Brito, dono da empresa AP Energy, admitiu que assinou contratos de fachada com a Camargo Corrêa. O objetivo dos contratos, de R$ 2 milhões, era devolver os recursos em dinheiro em espécie, que seriam usados pela Camargo para os pagamentos a Lobão. “Ficou acertado que o objetivo da transferência de valores da Camargo Corrêa à AP Energy era de que fosse feito ‘dinheiro vivo’, o qual deveria retornar à própria Camargo Corrêa”, afirmou Brito. Ele confessou ficar com 8% dos contratos com a Camargo, mas disse não saber que a propina era para Lobão. O ex-ministro tem negado as acusações.

Leitor voraz

Mesmo sem fazer delação, Fernando Brito revelou a sistemática: “Quando as quantias já estavam disponíveis em seu escritório, entrava em contato com Luiz Carlos Martins [executivo da Camargo] e avisava sobre isso, usando sempre linguagem cifrada ao telefone, mencionando a chegada dos ‘livros’”. Diz que foram quatro entregas.

Mentiram?

O depoimento emparedou mais uma vez a Camargo Corrêa. Seus executivos haviam apontado que a AP Energy era responsável pelas entregas a Lobão. Os investigadores pressionam os delatores da Camargo e suspeitam que estejam mentindo em pontos da delação. A empresa pode refazer depoimentos.

Anos de perdão

Além das pendências judiciais, uma das maiores decepções dos donos da Odebrecht foi descobrir que alguns operadores da propina da empresa, responsáveis por repassar dinheiro sujo para políticos, também estavam roubando parte dos subornos. Foram feitos cruzamentos entre quanto registravam ter retirado do caixa e quanto de fato repassaram aos beneficiários do esquema. Há diferenças gritantes.


Rápidas

* Investigadores que prenderam o ex-governador Sérgio Cabral esperaram passar o feriado de 15 de novembro para deflagrar a operação. Temiam que, no plantão judiciário, os presos conseguissem habeas corpus mais facilmente, por influência no Judiciário.

* O Gabinete de Segurança Institucional avaliou que há riscos de protestos contra o presidente Michel Temer. Por isso, a segurança nos Palácios do Planalto, Alvorada e Jaburu foi triplicada e o acesso dificultado.

* Integrantes da Força Tarefa correm contra o relógio para fechar o mais rápido possível a delação de Marcelo Odebrecht e outros executivos da empresa. Querem essas delações homologadas logo pelo Supremo Tribunal.

* A ideia é que as delações saiam antes do Congresso Nacional aprovar o projeto que pretende anistiar crimes de caixa dois daqui para trás. A expectativa é que Marcelo Odebrecht assine a sua semana que vem.

Retrato falado

“Se essa anistia do caixa 2 for aprovada, será um atentado ao combate à corrupção. Estarão sepultando a decência”

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) vai procurar na semana que vem representantes da sociedade civil para realizar um ato contra as tentativas do Congresso Nacional de melar a Lava Jato, seja evitando a votação do projeto das “10 Medidas Contra
a Corrupção”, seja apreciando a “Lei de Abuso de Autoridade”, que pode cercear práticas de juízes e procuradores. Embora iniciativas como essas contem com apoio de maioria parlamentar, Randolfe quer “denunciar esse absurdo”.

Tragédia anunciada

Um levantamento feito pelo governo federal indicou irregularidades em convênios dos ministérios da Saúde, Educação
e Cidades com o estado do Rio de Janeiro. Entre as falhas, órgãos de controle detectaram graves atrasos do programa nos trabalhos de contenção de encostas no Município de Petrópolis, com previsão de intervenção em setores de risco alto e muito alto. Ainda no meio deste ano, antes da época das chuvas, o relatório apontou “que a obra encontra-se com ritmo lento de execução, incluindo etapa com obra paralisada unilateralmente pela empresa contratada e etapa ainda não iniciada.” Duas pessoas já morreram nos últimos dias vítimas de deslizamentos no município.

Toma lá dá cá

Ministro do Tribunal de Contas da União Augusto Nardes

O sr. lança o Prêmio de Governança e Gestão Públicas no fim do mês, para premiar boas práticas de administração. Falando nesse tema, por que as contas dos municípios e dos estados chegaram a essa situação calamitosa?

Se tivéssemos tomado uma decisão há 10, 15 anos, talvez hoje não estaríamos vivendo essa situação, não teria estado com 80% de sua arrecadação comprometida com a folha de pagamentos. O plano Real conseguiu estabilizar as contas, teve a questão da securitização. Mas a Lei de Responsabilidade Fiscal deveria ter começado a ser cumprida imediatamente após sua criação. Isso é um reflexo desse não cumprimento lá atrás.

Do ponto de vista técnico, é muito complicado muito complicado gerir bem as contas?

É como uma família: não gastar mais do que ganha. E a sociedade está bem consciente desse processo hoje. Para estabelecer boas práticas de governança há que se observar três pontos principais: liderança, estratégia e controle. Como resultado disso, teremos mais competitividade tanto nos governos como nas empresas estatais. E é preciso destacar que sem uma boa governança, não há como combater a corrupção.

Dinheiro…

Até agora, o presidente Michel Temer ainda não recorreu da decisão da ministra Rosa Weber que obriga o governo federal a repassar parte da verba arrecadada na repatriação para estados. Temer pode desistir do recurso e está se convencendo de que deverá, sim, ajudar os estados. Seja por meio do dinheiro da repatriação ou por outras fontes.



…calmante natural

Avalia que o clima nas ruas, já muito ruim, pode piorar se os estados não pagarem o 13º de funcionários. Teme uma onda de protestos, pois mesmo o que começa regionalmente, pode crescer e acabar virando contra seu governo, assim como em 2013. Esta semana, pediu aos ministros da Fazenda e do Planejamento alternativas para ajudar as unidades federativas.

Coisas de mãe

A PRIMEIRA-DAMA DA REPÚBLICA, MARCELA TEMER, JÁ PREPAROU O PALÁCIO DO ALVORADA, RESIDÊNCIA OFICIAL DO PRESIDENTE, PARA SE MUDAR NA VIRADA DO ANO. HOJE, MORA COM A FAMÍLIA NO JABURU. MAS ELA ESTÁ PREOCUPADA COM A PISCINA, QUE É MUITO GRANDE, EMBORA SEU FILHO, MICHELZINHO, DE SETE ANOS, já SAIBA NADAR.

0 comentários:

Postar um comentário

União FM

Facebook

Horóscopo

Cotação do Dolar

Boletim de Noticias

Brasileirão (A)

Carregando...
Brasileirão

Publicidade

Publicidade

Postagens mais visitadas