Uma candidata do concurso da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) identificada como Daniele Nunes Silva, de 24 anos, morreu na tarde de terça-feira (30) após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante um Teste de Aptidão Física (TAF) realizado em São Luís. Daniele era natural do município de Barra do Corda, a 462 km de São Luís.

Segundo Renilton Ferreira, delegado regional de Barra do Corda, Daniele exercia a função de escrivã de polícia na cidade de Barra do Corda e tinha o sonho de ingressar na carreira policial.

“Ela atuava como funcionária administrativa e exercia também a função de escrivã de polícia. Ela era quem cuidava de toda parte administrativa daqui da Regional juntamente comigo, e também fazia diversos procedimentos ao meu lado. Ela tinha esse sonho de ingressar na carreira policial”, desabafou o delegado.

O delegado acrescentou que Daniele Nunes já estava trabalhando na área policial há cerca de dois anos e meio. Ele disse também que a jovem já havia prestado também o concurso para a polícia do estado do Piauí antes de ser aprovada no Maranhão.“Ela já estava conosco há dois anos e meio aproximadamente. Ela já vinha estudando há muito tempo e bem antes de sair a prova ela já vinha estudando para concursos e tinha, inclusive, prestado o concurso da polícia do estado do Piauí e agora prestou aqui do estado do Maranhão, o estado natal dela, e teve aprovação”.

O corpo de Daniele Nunes Silva, que ainda se encontra no Instituto Médico Legal (IML), na capital, será encaminhado para o município de Barra do Corpo onde será sepultado.