Após a polêmica envolvendo o vereador Édson Gaguinho (PHS) e membros da BPRV, o Comandante da corporação, o tenente-coronel Carlos Augusto Magalhães foi comunicado que não permanecerá no cargo. Na próxima sexta-feira (6), o Comandante da PMMA, Luongo, irá oficializar o novo chefe do policiamento rodoviário estadual.

De acordo com o apurado, não houve nenhum problema técnico, mas sim político com o Comandante Magalhães. Na manhã desta quarta-feira (4), diversos vereadores de São Luís se posicionaram contrários a abordagem feita ao vereador Edson Gaguinho na última terça-feira (3) e repudiaram a postura da BPRV.

O presidente Astro de Ogum chegou a afirmar que resolveria pessoalmente o assunto e “tomaria as medidas cabíveis”. No comando do tenente-coronel Magalhães, o BPRV sofreu muitas críticas, inclusive envolvendo abuso de autoridade e ações truculentas por parte dos agentes da corporação. Os próprios policiais chegaram a repudir algumas operações da BPRV.

Os vereadores mostraram que têm força e venceram essa quebra de braço com a BPRV.