veja a decisão da Meritíssima Sra. Rafaela de Oliveira Sayf deu a decisão que tem que ser comprida