Em um pequeno município do Maranhão o coronelismo e a ditadura ainda imperam no cenário político municipal.

No Município de Benedito Leite, sul do estado, prefeito e pai se alternam na prática de atos atentatórios a dignidade da pessoa humana, ferindo princípios constitucionais e nos fazendo lembrar de tempos nebulosos do período em que o nosso massacrado País viveu em trevas.

Ocorre que no município o prefeito municipal trata o povo e os desafetos políticos sem temer as leis que regem a nossa civilização, vivendo sempre às sombras destas.

Hoje a população do município vive apavorada graças às intimidações e ações praticadas pelos Neo-Coronéis daquela cidade.

Essa semana recebemos a notícia que mais uma vez o Prefeito daquele Município se utilizou da sua prerrogativa para intimidar e ameaçar os munícipes, como é o caso da Sra. Amanda Cardoso Farias que foi ameaçada pelo Digníssimo Prefeito, onde por questões de segurança se obrigou a registrar uma ocorrência e requerer judicialmente medidas protetivas com intuito de resguardar a sua segurança pessoal.

Não é novidade no município que o prefeito, Sr. Ramon Barros e seu pai (Walber Barros), utilizarem-se dá força e opressão contra aqueles que se opõe ao descaso público daquela cidade. Como exemplo, citamos o caso envolvendo outro cidadão que também foi ameaçado, Sr. Rafael Portela, bem como a perseguição política em desfavor da servidora pública Gecilene Duarte França que recebe os seus proventos somente quando o sinhozinho prefeito bem quer.

O temor daquela pacata população é que algo mais grave venha acontecer, que os populares venham até a pagar com a vida caso continuem a lutar por seus direitos se opondo a gestão dos Neo-Coronéis .