terça-feira, 3 de setembro de 2019

Atenção Ministério Público, a prefeita de Cajari Camyla Jansen e Marieuton da Silva Ferreira cometeram atos de Improbidade Administrativa.


Marieuton da Silva Ferreira Exercia dois cargos comissionados até ontem, um na Casa Civil do Governo do Estado, onde trabalhava dois expedientes, como Assessor especial e outro na prefeitura de Cajari, onde exercia o cargo de coordenador técnico, nível III e recebia sem trabalhar, porque é humanamente impossível um ser humano trabalhar 8 horas em São Luís e no mesmo dia trabalhar 8 horas em outro município distante 204 quilômetros entre um e outro.

Seria o seguinte: Trabalharia das 8 às 18 h em São Luís, com duas horas de intervalo para almoço, pegaria seu carro, viajava 3 horas até Cajari, chegaria lá tipo 21 horas (nove da noite) pegava serviço na prefeitura (sabe lá onde) e trabalhava mais oito horas, ou seja até 5 da manhã, sem intervalo para descanso ou dormir. 

Sairia 05hrs da manhã de Cajari e chegaria 08hrs da manhã em São Luís. Tudo isso sem dormir um único segundo. 

NA VERDADE EM CAJARI, MARIEUTON recebia sem dar um prego numa barra de sabão. CONCLUSÃO: A prefeita de Cajari, CAMILA JANSEN e MARIEUTON DA SILVA FERREIRA cometeram atos de Improbidade Administrativa.

Atenção Ministério Público, por várias irregularidades denunciadas pelo Titular deste blog, até o momento nada foi feito contra a prefeita Camyla Jansen.

Ainda mais, o Marieuton da Silva Ferreira, trabalha em São Luís. Como pode trabalhar ao mesmo tempo durante 8 horas em Cajari/MA.

Isso não é improbidade administrativa?.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------




Nenhum comentário:

Postar um comentário