sexta-feira, 1 de maio de 2020
O presidente da Câmara Municipal de Raposa, vereador Beka Rodrigues (PC do B), em mensagem neste primeiro de maio, alusivo ao Dia do Trabalhador, parabenizou toda a classe trabalhadora de Raposa, ao mesmo tempo em que anunciou que, na próxima segunda-feira (4), estará protocolando um ofício endereçado à prefeita Talita Laci, reivindicando rapidez na disponibilidade de equipamentos de proteção aos servidores  da saúde envolvidos direta e indiretamente no combate ao Covid-19, ao mesmo tempo em que apresentará um projeto de lei a ser analisado e votado em sessão remota deste parlamento, autorizando a prefeitura a conceder  100 por cento de adicional de insalubridade a estes profissionais, enquanto perdurar esta pandemia.

“Sou um sindicalista, venho das bases trabalhistas e este é o primeiro Dia do Trabalhador que passamos sob uma crise de saúde como esta. Uma crise planetária, jamais imaginada. Éramos para estarmos hoje em praças públicas, comemorando tão importante data, mas nos encontramos é em quarentena,  sem sabermos o que nos espera o amanhã e como será o nosso futuro”, disse Beka Rodrigues.

O parlamentar afirmou que mesmo com todo esse problema a Câmara mantém suas ações e que irá pedir à prefeita Talita  Laci, que busque alternativa de municiar ainda mais os servidores da área de saúde com maior número de máscaras cirúrgicas, protetores de plásticos, óculos de proteção, luvas, protetores faciais, capotes, gorros, aventais e outros equipamentos tão necessários ao momento.

PROJETO DE LEI

Quanto ao projeto de lei anunciado, a respeito da concessão de 100 por cento de adicional de insalubridade aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate ao Coronavírus, Beka Rodrigues assegurou que ele é inspirado numa proposta do seu colega Gutemberg Araújo, vereador de São Luís, cuja matéria já foi aprovada naquele parlamento.

-Devemos nos guiar pelos bons propósitos,  e esse projeto do Dr. Gutembrg é de suma importância. Assimilamos a matéria e vamos presentar uma proposta parecida.  Ela aglutina todos os requisitos básicos para um momento como esse para os profissionais de saúde, que são autênticos heróis, expostos ao perigo iminente. Saem de casa e não sabem se voltam contaminados ou não. Merecem um tratamento diferenciado. Inclusive uma pensão especial aos dependentes, caso venham a sucumbir ao Covid-19-, disse Beka Rodrigues.

Finalizando, o presidente da Câmara destacou:

“Espero que no próximo ano tenhamos um Dia do Trabalhador como os de outrora, marcado por alegria, por festividades, por lembranças de da cidade de Raposa”.

Nova União FM

Salmo do Dia

Facebook

Moeda

Bolsa de Valores

Publicidade:

Elo Internet