quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Na tarde desta quarta feira 07/11, Locutora Adriana Martins Santos, compareceu a uma Delegacia Especial do Maiobão, para apresentar queixa contra o seu ex- companheiro Advogado Eduardo Morais da Cruz e suas secretarias.

Que os mesmos teriam agredido fiscalmente e moralmente, em virtude dela ter procurado o mesmo para fazer um substabelecimento de causa do autor para outro advogado.

Neste momento segundo a vitima teria havida uma acirrada discursão dos dois, quando a mesma relata que teria sido agredida por Eduardo e suas auxiliares conforme boletim Ocorrência em anexo.

Antes do fechamento desta matéria, O Titular do Blog foi informado que a vitima ao se dirigir ao IML, onde já fez o exame de corpo e delito, e já foi encaminha para a casa da mulher, onde será ouvida pela delegada de plantão, afim de que sejam tomadas as devidas providências.

Tendo em vistas o agressor pode ser se enquadra na lei Maria da Penha.

Lei Maria da Penha - Lei 11340/06 | Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006

Cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências.





O vereador Jorge Pontes encaminhou nesta terça-feira, 06, um ofício à Câmara de vereadores de Raposa, solicitando uma audiência pública com o SAAE do município. 

“Recebemos muitas reclamações dos moradores a respeito do abastecimento de água e também há bairros que passam dias sem água, devido a problemas nas bombas. Então nada mais justo do que o pessoal do SAAE ter a oportunidade de esclarecer todas essas questões em uma audiência pública, aqui na câmara”, declarou o vereador autor do requerimento.

Ele também reforçou a necessidade de fiscalizar as ligações clandestinas e os vazamentos e lembrou que a inadimplência chega a 60 %, deixando o SAAE praticamente inviável, sem condição de pagar até a Cemar.  

“A responsabilidade é de todos nós, o SAAE tem que sanear suas despesas e custos com os recursos provenientes da distribuição de água e ter sobra para melhorar a qualidade e sua distribuição”, concluiu Jorge Pontes.


De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, o Senado Federal pode aprovar nesta quarta (7) projetos de lei que aumentam o salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) de R$ 33 mil para R$ 39 mil.

O valor é o mesmo que seria estabelecido para o cargo de procurador-geral da República.

Na noite de terça (6), o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, colocou em votação a inclusão dos dois projetos na pauta do Senado ainda nesta quarta (7). A iniciativa pegou de surpresa e contrariou vários senadores.

“Em oito anos que estou no Senado, nunca vi nada parecido: um presidente avocar uma matéria para ir ao plenário sem conversar com a comissão em que ela tramita”, afirma Ferraço.

Os reajustes podem levar a um aumento cascata para juízes, procuradores, promotores e parlamentares de todo o país, segundo o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES).

“Não se trata de um busca-pé. É um míssil Exocet”, diz ele. “O impacto nas contas públicas nacionais será de cerca de R$ 6 bilhões por ano. É uma covardia com o povo brasileiro, uma total irresponsabilidade no momento de crise que atravessamos nas finanças públicas. Como estados quebrados como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul vão fazer frente a esses reajustes, que certamente virão?”, questiona ele.”, completa.
A prefeita de Amapá do Maranhão, Tatiana Maia de Oliveira, foi representada criminalmente por contratar “funcionários fantasmas”. A Representação foi protocolada por Maria Valmirna Ducarmo de Souza Magalhães no Ministério Público Estadual.

A ação narra que constam informações nos extratos do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física Exercício de 2018, ano calendário 2017, da existência de pessoas que estão recebendo sem trabalhar, o que comumente é chamado de “funcionário fantasma”.

A lista dos contratados é enorme Informe se.

José Feitosa da SilvaLavrador -  R$ 44.743,16
Lucidalva de Oliveira – Funcionaria do Banco Nordeste  - R$ 18.939,78
Quizanior de Oliveira Andrade – Residente Teresina R$ 10.865,88
Jarley Wydeen Costa Teixeira - RS 13.440,01
Rafael Amorim  - RS 9.000.00
Adaias Santos Pacheco - RS 6.631,70
Antônia Cristiana Soares Apolônio Andrade. RS 14.638,87
Ketiane Moura Bezerra -  RS 11.244,00 
Francisco Rosa das Chagas - RS 8.839,00 
Ricardo Rodrigues Lima - RS 9.388,74
Sinara Rodrigues Lima - RS 8.433,00
Welisangela Santos Vilela - RS 5.775,82 

São ou foram servidores públicos municipais daquela urbe, de janeiro de 2017 aos dias atuais, indicando, em caso positivo, cargo, forma e data de acesso, remuneração, lotação específica.

Abaixo esta publicação no diário Oficial, a denúncia contra A prefeita de Amapá do Maranhão Tatiana Maia de Oliveira.



terça-feira, 6 de novembro de 2018

A prefeita de Amapá do Maranhão, Tatiana Maia de Oliveira, foi representada criminalmente por contratar “funcionários fantasmas”. A Representação foi protocolada por Maria Valmirna Ducarmo de Souza Magalhães no Ministério Público Estadual.

A ação narra que constam informações nos extratos do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física Exercício de 2018, ano calendário 2017, da existência de pessoas que estão recebendo sem trabalhar, o que comumente é chamado de “funcionário fantasma”.

A lista dos contratados é enorme. Entre os nomes estão o lavrador José Feitosa da Silva, que teria recebido R$ 44.743,16 (quarenta e quatro mil, setecentos e quarenta e três reais e dezesseis centavos em 2017; Lucidalva de Oliveira, funcionária do Banco do Nordeste e estudante do curso de Direito, que segundo a denúncia, recebeu de R$ 18.939,78 (dezoito mil, novecentos e trinta e nove reais e setenta e oito centavos); e o morador de Teresina (PI), Quizanior de Oliveira Andrade, para quem foi pago R$ 10.865,88 (dez mil, oitocentos e sessenta e cinco reais e oitenta e oito centavos).

No documento, pede que o MPMA abra inquérito para investigar os fatos e, caso seja constatado o crime, que o órgão ministerial denuncie a prefeita Tatiana Maia.
Em Amapá do Maranhão não se fala em outro assunto nos últimos dias após as Eleições de 2018, sobre o futuro cenário politico de Amapá do Maranhão para o legislativo e executivo do município de 2020.

Veja os nomes mais comentados na cidade nos últimos dias para a disputa do legislativo e do executivo, para o executivo o quadro está em cinco nomes que dizem que são pré-candidatos.

Tate do Ademar (PSDB) A atual prefeita,
Nelene Gomes (PR)
Dra. Aline (PODEMOS)
Paraíba (PSD)
Genú (MDB)

Atualmente são estes cinco nomes que tem circulado na cidade como os prováveis a disputar o executivo amapaense em 2020. 

 Para o legislativo o quadro ainda é pequeno mais com caras novas, veja os nomes mais cotados. 

Paulo da Farmácia
Ronaldo Araújo
Júnior Lemos
Pompeu
Arlete Pacheco
Rogério do Sindicato
Job
Artur Marques
Baía
Dorinha da Pesca
Chico do Bode
Helinho
Peixoto da Van

Estes são os nomes mais comentados nos quatro cantos da cidade para a disputa das nove cadeiras do legislativo de 2020 no município de Amapá do Maranhão, e você caro leitor o que achou?  

Defesa apresentou ao STF novo pedido para soltar Lula após Moro ser anunciado ministro por Bolsonaro. Relator da Lava Jato pediu informações a diversos órgãos e levará pedido à turma.



O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, decidiu nesta terça-feira (6) que vai levar à julgamento na Segunda Turma do tribunal o novo pedido de liberdade feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A defesa apontou parcialidade do juiz Sérgio Moro na condenação do petista dentro da Operação Lava Jato e na condução de outros processos.

O argumento já havia sido utilizado em outros habeas corpus em favor de Lula, todos rejeitados pela Justiça, mas agora foi repetido, com base na decisão de Moro de aceitar convite do presidente eleito Bolsonaro para assumir como ministro da Justiça no ano que vem.

Para a defesa de Lula, Moro demonstrou “inimizade capital” e “interesses exoprocessuais” ao condenar Lula, no ano passado, por corrupção e lavagem de dinheiro, o que, no entender dos advogados, deveria afastá-lo do processo.

Fachin pediu informações a diversos órgãos sobre o caso em até cinco dias. "Solicitem-se informações, in continenti e via malote digital, ao Superior Tribunal de Justiça, ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, bem como ao Juízo da 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba/PR, encarecendo o envio de esclarecimentos, no prazo comum de até no máximo cinco dias", afirma a decisão.

O ministro também decidiu que, quando a Procuradoria Geral da República se manifestar, vai levar o caso a debate na Segunda Turma, formada por ele e pelos ministros Celso de Mello, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

"Com a chegada das informações, dê-se imediata vista dos autos à Procuradoria-Geral da República para que se manifeste em idêntico prazo (de até cinco dias no máximo) . Isso feito e cumprido, indico desde já inclusão na pauta da 2ª Turma para julgamento colegiado", decidiu.

Caberá ao ministro Ricardo Lewandowski, presidente da Segunda Turma, marcar uma data para o julgamento.
quinta-feira, 1 de novembro de 2018

O WhatsApp está temporariamente indisponível para entrar com novo número de telefone na tarde desta quinta-feira (1). Por volta de 16h50 de hoje, usuários começaram a reclamar sobre o app no DownDetector, site que monitora o funcionamento de serviços online. Algumas pessoas também relatam no Twitter que o aplicativo está fora do ar para logar com uma nova conta e não conseguem receber o SMS de validação. Ao tentar entrar no app, disponível para Android e iPhone (iOS), surge a mensagem de "temporariamente indisponível. Tente novamente em 5 minutos".

Aparentemente, o erro afeta o Brasil, o México e também parte da Europa, ainda de acordo com o DownDetector. Em contato com o TechTudo, um porta-voz do WhatsApp confirmou o bug. "Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para se cadastrarem em contas do WhatsApp. Estamos trabalhando rapidamente para uma correção".


O problema ocorre quando o usuário tenta instalar o WhatsApp em um novo telefone. Para cadastrar uma conta, o aplicativo precisa confirmar o número do celular e enviar um SMS com o código de validação. Porém, em vez de mandar a mensagem de confirmação, surge o erro "temporariamente indisponível. Tente novamente em 5 minutos" na tela.

No site oficial do WhatsApp, a empresa dá algumas dicas para resolver problemas de conexão. Segundo o app, a maior parte dos erros podem ser corrigidos ao reiniciar ou desligar e ligar o celular. Outra alternativa é atualizar o mensageiro para a versão mais recente disponível na Google Play ou App Store. O usuário pode ainda abrir as configurações do smartphone, clicar em Configurar > Rede e Internet > Ativar e desativar o Modo Avião.

Vale lembrar que a plataforma apresentou alguns bugs nos últimos meses. Em julho, o WhatsApp Beta enfrentou o erro de “Este arquivo não existe em seu dispositivo”, que impediu a reprodução de áudios no aplicativo. Um mês depois, em agosto, houve o problema de “Formato do arquivo não é suportado” ou “Não foi possível baixar a imagem” que não permitia baixar arquivos de mídia no app.
A Agência Nacional do Petróleo (ANP) divulgou dados de que gasolina registrou em setembro recorde de preços, sem considerar a inflação, devido a indicadores internacionais como o petróleo Brent e o comportamento do dólar.

Em setembro, no Brasil as vendas de gasolina recuaram 17,37% em relação ao mesmo mês do ano passado, para 2,89 milhões de metros cúbicos, o menor nível dos últimos cinco anos pelo sexto mês consecutivo, em meio a um aumento dos preços do combustível. O volume também foi 9,51% menor que o registrado em agosto, conforme ANP.

As vendas de etanol hidratado, concorrente da gasolina nas bombas, caíram 1,21% em setembro em relação ao mês imediatamente anterior, para 1,8 milhão de m³.

Na comparação anual, as vendas de etanol hidratado ficaram substancialmente acima do observado no mesmo período do ano anterior, segundo a ANP, com alta de 37,26%.

Já as vendas de diesel, por sua vez, caíram 8,1% em relação a agosto, para 4,77 milhões de m³. Na comparação anual, o volume comercializado de diesel em setembro ficou 1,61% abaixo do registrado no mesmo período de 2017.

No Maranhão

No Maranhão, o Procon-MA notificou os estabelecimentos para comprovação de que estão reajustando os preços conforme determinação da Petrobras.

Em ação conjunta com a Polícia Civil do Maranhão, o Procon identificou, de junho a outubro, cerca de 50 alterações no valor do combustível. O Procon está notificando todos os postos e distribuidoras do estado. Em caso de descumprimento da determinação, será aplicada multa de R$ 300 mil.

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) acompanha permanentemente a variação dos preços, para efeito da cobrança do ICMS, com o objetivo de impedir a realimentação da cadeia de reajuste dos preços dos combustíveis.

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1º) o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para chefiar o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Os dois estiveram reunidos nesta manhã, no Rio de Janeiro. Moro chegou à casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, um pouco antes das 9h. Ele veio de Curitiba em voo de carreira e sem seguranças.

Após o encontro, Moro divulgou nota dizendo que aceitou "honrado" o convite. Moro disse, ainda, que aceitava o cargo com "certo pesar" pois terá que abandonar a carreira de juiz após 22 anos de magistratura.

"No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão", escreveu Moro.

"Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior", concluiu.

Segundo o juiz, a Operação Lava Jato seguirá em Curitiba "com os valorosos juízes locais". Ele disse que desde já vai se afastar de novas audiências.

Com a decisão de se afastar do Judiciário, Moro não vai mais interrogar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – o petista seria ouvido em 14 de novembro.

Pouco antes de a nota ser divulgada, um assessor do presidente eleito já havia confirmado a decisão do juiz para o colunista da GloboNews e do G1 Valdo Cruz.

Moro é o quinto ministro anunciado pelo governo Bolsonaro. Outros quatro já foram anunciados: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), general Augusto Heleno (Defesa) e Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, por meio do Twitter, que o juiz federal Sérgio Moro aceitou seu convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

"Sua agenda anti-corrupção, anti-crime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte!", afirmou Bolsonaro.

Durante voo de Curitiba para o Rio de Janeiro, Sergio Moro afirmou à reportagem da TV Globo que não havia nada definido e que aceitar o convite para assumir o ministério dependia de agenda anticorrupção e anticrime organizado para o país.

"Se houver a possibilidade de uma implementação dessa agenda, convergência de ideias, como isso ser feito, então há uma possibilidade. Mas como disse, é tudo muito prematuro", afirmou Moro.

Nota divulgada pelo juiz Sérgio Moro

Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. 

No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. 

A Operação Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes.

Curitiba, 01 de novembro de 2018.

Sergio Fernando Moro
sábado, 27 de outubro de 2018

O Deputado Estadual Edson Araújo (PSB) e seu filho, Wolmer Araújo (PV), que foi candidato a deputado federal, estaria supostamente envolvidos em fraudes do seguro defeso de pescadores em vários municípios do maranhão inclusive raposa.

A dupla tem percorrido diversas cidades e assegurando que o Seguro Defeso irá ser pago no dia dez de Outubro, depois das eleições para reforçar a promessa, Wolmer e Edson juntamente com os presidentes de colônias, teriam supostamente criado um agendamento com o INSS, para quer os mesmos recebessem seus proventos referentes ao seguro defeso.

Mais para surpresa de todos, essa semana vários pescadores e marisqueiras receberam visita de agentes da PF intimando para prestar esclarecimentos da naquela instituição investigadora, sobre suposto envolvimento dessas pessoas em fraude do seguro defeso no município de raposa tendo como suporta chefe das possíveis fraudes a presidente da Colônia de Pescadores Z-53 de Raposa, Andreia Sayre Gonçalves Coutinho. 

A estratégia maquiavélica é simples, a dupla que comanda a Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão (FECOPEMA), cria uma expectativa nas pessoas que realizaram o cadastro (processo) e, dessa forma, ganharam os votos dos supostos beneficiários.
A população e os pescadores aguardam os resultados das investigações que estão sendo realizada pela PF.

Este blog entrara em contato com a PF para saber como anda as Investigações.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018


A Luane Chaves Araújo, é Concursada no Hospital Federal Sarah, é também empresa EMSERH do Governo do Estado Maranhão e a Filha do Ex-Vereador Walmir de Raposa, também esta envolvida em uma fraude no seguro-defeso juntos com sua Irmã e seu cunhado no esquema que foi descoberto as fraudes envolvendo também a família de Ex-Vereador do Município de Raposa.


A Liane Chaves Araújo, e funcionaria da Própria entidade Colônia de Pescadores, onde foi descoberta a fraude do seguro-defeso.

A Presidente Interina sub judice, Andreia Sayre Gonçalves Coutinho mais a sua funcionaria Liane que esta envolvida no esquema, esbanja o dinheiro tirado do esquema fraudulento do Seguro-Defeso no Município de Raposa.

Vem esbanjando e gastando o dinheiro Federal nos restaurantes mais badalados de São Luís no Coco Bambu, ai está o dinheiro usando que deveria beneficias pescadores e marisqueiras por natureza que nunca receberam seguro defeso na vida e são colonizados.

Nomes das Pessoas que receberam intimação da Policia Federal

ANTONIO THOMAZ VERAS
FABRICIO DA SILVA VASCONCELOS
ELIANE MACHADO REIS
MOISELINA PEREIRA DE OLIVEIRA
TATIANE BARROS DE SOUSA
EDILEUSA PEREIRA DA SILVA
MARIA DOS NAVEGANTES PEREIRA REIS
OSMARINA MUNIZ FARIAS
ADONIAS CARVALHO DE SOUSA
OZENILDA SOUSA SILVA
DEIVISON ARAUJO SILVA
CARLA SIMONE SILVA SOUSA
KATIA CIRLENE RIBEIRO MARTINS
ASSISLENE ARAUJO
JOSELINA ROSA MIRANDA
GESSICA DE MELO OLIVEIRA
JOSELINA PEREIRA DOS SANTOS
MENILSA SILVA SOUSA
LUANE CHAVES ARAUJO
MARIA OSMINA SOUSA DOS REIS
RAQUEL BRUNO DOS SANTOS
ZENAIDE RODRIGUES REIS

quarta-feira, 24 de outubro de 2018
O Titular deste blog foi ameaçado de morte por uma pessoa não identificada, que veio atrás do titular deste blog dizendo que se a Pedagoga Marilene Marques Moreira fosse presa pela Policia Federal eu iria parar pela vida.

O titular do blog registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Polícia de Raposa (MA), comunicando uma ameaça de morte que teria recebido de uma pessoa desconhecida. “falou que a Marilene Marques Moreira fosse presa por causa da denuncia eu iria pagar pela vida”.

 “Eu apenas relatei que esta acontecendo no município à fraude escancarada, mais o titular do blog não vai calar a voz perante a sociedade e sempre informará as verdade do que anda acontecendo no município de raposa”.

Registrado o B.O


terça-feira, 23 de outubro de 2018
O titular do blog recebeu informações que a polícia federal intimou vários associados da colônia de pescadores z-53 de Raposa.

A Polícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (23), em Raposa/MA, a Operação que apura fraudes na concessão do Seguro-Desemprego do Pescador Profissional Artesanal (SDPA), conhecido como "Seguro-Defeso". Inicialmente, a corporação apontou que o esquema gerou prejuízo de mais de R$ 500 mil aos cofres públicos.

Conforme a corporação, pessoas jurídicas, associações e colônias de pescadores forneciam documentos registrando como pescadores pessoas que não trabalhavam com a atividade pesqueira e não tinham nenhum requisito legal para receber o benefício.

Os investigados serão  indiciados pelos crimes de associação criminosa, estelionato qualificado, falsidade ideológica, uso de documento falso e corrupção ativa e passiva. 

As penas chegam a 12 anos de prisão.

intimação 

sábado, 20 de outubro de 2018
MARILENE MARQUES MOREIRA é formada em pedagogia, exerce a função de professora, trabalha como empresária no ramo das rendas, preside a Associação das Rendeiras e Artesãos da Praia da Raposa.

Mesmo sem ser marisqueira ou pescadora, MARILENE vem recebendo seguro DEFESO desde 2013, enquanto os pescadores e marisqueiras que exercem a função, e que realmente precisam do seguro DEFESO, não recebem.

Qual é mesmo o caráter que a colônia de pescadores de raposa adota pra colocar esse tipo de gente pra receber o seguro DEFESO?

Enquanto aqueles que de fato que exercem a função, não recebem. Outros que nunca melou os dedos de lama procurando sarnambi recebem o benefício.

Lembrando que: aquele que recebe dinheiro público Federal indevidamente, são cabíveis de processos judiciais, reparação e devolução dos erários recebidos.

Documentos comprovam a verdadeira fraude, feita por Quadrilhas instaladas na Colônia de Pescadores de Raposa Z-53, e pela Presidente da Colônia Pescadores Andreia Sayre Coutinho e a Pedagoga Marilene Marques Moreira ambas vão responder por vários processos e ainda tem mais pessoas envolvidas no esquema.


(1º) Por prestação de conta, da Marilene Marques Moreira a Presidente e Responsável pela Associação das Rendeiras e Artesãos da Praia da Raposa, inscrita no CNPJ/MF nº 12.567.426/0001-00, entidade associativa das rendeiras e artesãos do Município, sem fins lucrativos, com sede à Rua da Lavanderia, nº 223, Cacarape, Praia da Raposa, no valor total de R$ 5.081,00 (cinco mil e oitenta e um reais), com a finalidade de subsidiar a construção da Sede da entidade, conforme acordo firmado entre o Município, a associação e o Banco do Brasil S/A. mais a sede era de faixada, hoje o prédio e alugado para uma igreja evangélica no local. 


A ação de prestação de contas visa à extinção dessa obrigação, apurando-se o saldo porventura existente. A iniciativa pode caber a quem tem o direito de exigir as contas como àquele que tem a obrigação de prestá-las.

(2º) A Pedagoga Marilene Marques Moreira, também esta envolvida em uma fraude no seguro-defeso, juntos com a Presidente da Colônia de Pescadores a Z-53 de Raposa por várias solicitações de Liberação de Seguro defeso, a própria não tem direito ao benefício por que e empresaria e Pedagoga e pela lei e ilegal. 

O réu pode ser condenado a dois anos e oito meses de reclusão, ao pagamento de multa no valor de R$ 954(Novecentos e cinquenta e quatro reais) (atualizados monetariamente desde a data de consumação do crime até o dia do pagamento) e à devolução ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) dos valores recebidos indevidamente, acrescidos de juros de 1% ao mês desde a data dos saques de cada parcela do seguro-desemprego. A pena restritiva de liberdade pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade.


A suspeita é de que Andréa Sayre venha cadastrando falsos pescadores com a finalidade de dividir os recursos recebidos por estes mesmos, em ação que caracteriza crime, se comprovadas às denúncias.
Em documentos constantes da denúncia é possível observar, nas cópias da lista de beneficiários da Colônia anexadas, clara discrepância entre os valores recebidos por estes falsos pescadores e os demais cadastrados junto à Instituição.

Enquanto os valores recebidos pelos cadastrados chegam a média a R$ 2.400, há casos de beneficiários presentes na lista cujos valores recebidos alcançam a soma de R$ 11.000, sem nenhuma justificativa aparente. Alguns destes, nem moradores de Raposa seriam.

Outro dado curioso apontado nos documentos entregues à PF é que entre estes super. Marajás da Colônia de Raposa constam servidores efetivos do município de Raposa e, pelo menos, um policial militar.

A denúncia revela, ainda, que a fraude pode se estender ao INSS, onde Andréa Sayre teria grande influência. Segundo relatos de fontes do município, a presidente cobraria cerca de R$ 8 mil reais por cada aposentadoria concretizada junto ao órgão.

Os candidatos a deputado estadual Edson Araújo (PSB) e seu filho, Wolmer Araújo (PV), candidato a deputado federal, vêm cometendo um verdadeiro estelionato eleitoral em dezenas de municípios maranhenses.

A dupla tem percorrido diversas cidades e assegurando que o Seguro Defeso irá ser pago a partir do próximo dia 10 deste mês, isto é, após a eleição. Para reforçar a promessa, Wolmer e Edson inventaram até uma carta de agendamento do INSS.

A estratégia maquiavélica é simples, a dupla que comanda a Federação das Colônias de Pescadores do Estado do Maranhão (FECOPEMA), cria uma expectativa nas pessoas que realizaram o cadastro (processo) e, dessa forma, ganha os votos dos supostos beneficiários.

Acontece que o Seguro não será liberado, tudo não passa de uma grande farsa eleitoral. Estelionato puro, com intuito meramente de ganhar votos, configurando assim conduta vedada e crime eleitoral. O Ministério Público está de olho no caso.

O esquema mentiroso ainda consegue enganar muita gente em muitos municípios, mas em outros, os presidentes das Colônias não caem mais no mesmo golpe e, estão, de forma sistemática, abandonando Edson Araújo e Wolmer Araújo, que vêm chantageando os dirigentes de entidades a votarem casados para deputado estadual e federal.

Já no município de Raposa, dezenas de pescadores estão com a pulga atrás da orelha, uns acreditam, outros sabem que tudo não passa de uma compra de voto velada. Durante toda da semana, a presidente da Colônia de Pescadores do Município (Z-53), Andrea Sayre Gonçalves Coutinho, tem se esforçado na realização de inúmeras reuniões na tentativa de convencer os colonizados que o Seguro irá sair após a eleição.
sexta-feira, 19 de outubro de 2018
O PDT entrou hoje (19) com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a anulação da votação do primeiro turno, realizada no dia 7 deste mês, e de cassação da candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL, à Presidência da República. A base do pedido é a denúncia feita pelo jornal Folha de S.Paulo em reportagem publicada ontem (18), segundo a qual empresários apoiadores de Bolsonaro custearam serviços de envio de mensagens em massa pela plataforma WhatsApp.

Segundo o PDT, o episódio corresponde à conduta de abuso de poder econômico, vedada pelo Código Eleitoral. Para os advogados do partido, o emprego de sistemas de disparo em massa ocasionou desequilíbrio na disputa, com gastos e estrutura maiores beneficiando a candidatura de Jair Bolsonaro, violando o princípio da “paridade de armas".

O partido também pede que se apure se houve recurso não contabilizado (caixa 2) para a campanha do PSL. “O financiamento da propaganda eleitoral foi constituído de forma ilícita, na medida em que a doação empresarial é vedada de forma direta ou indireta, logo, seja por disponibilização de dinheiro ou por realização de gastos de campanha, como a mencionada contratação. O uso de recursos empresariais é terminantemente vedado”, afirma a ação.

De acordo com o PDT, o abuso de poder econômico e a ilegalidade dos repasses justificam a anulação das eleições. Diz o Artigo 222 do Código Eleitoral: “É também anulável a votação, quando viciada de falsidade, fraude, coação ou emprego de processo de propaganda, ou captação de sufrágios vedado por lei”. “As fake news[notícias falsas] foram responsáveis, sim, pelo resultado das eleições, e isso é crime previsto no Código Eleitoral. Não há outra via senão o pedido de cancelamento das eleições”, afirmou o presidente da legenda, Carlos Lupi.

A ação pede, além da anulação, a inelegibilidade do candidato Jair Boslonaro e seu vice, General Mourão, bem como a investigação da participação destes e das empresas supostamente contratadas para o disparo em massa e de empresários que financiaram o serviço. Entre os atos solicitados estão a quebra de registro bancário e telefônico e disponibilização de relatórios contábeis e fiscais das empresas apontadas.

Denúncia

A reportagem da Folha de S.Paulo diz que empresas contrataram firmas de marketing digital que comercializam serviços de disparo de centenas de milhões de mensagens no WhatsApp em contratos de até R$ 12 milhões. Segundo o texto, um dos apoiadores é Luciano Hang, da rede de varejo catarinense Havan e apoiador público de Boslsonaro.

Foram citadas entre as companhias de assessoria digital contratadas para efetuar os disparos em massa as firmas Quickmobile, Yacows, Croc Services e SMS Market. Conforme o texto, Jair Bolsonaro declarou ter gasto apenas R$ 115 mil com a empresa AM4 Brasil Inteligência Digital para serviços relacionados a mídias digitais.
quinta-feira, 18 de outubro de 2018
Vereador Laurivan do (MDB), e um dos que foram reeleitos e que continua trabalhando em prol do povo raposense que fez um pedido para a senhora Prefeita Talita laci, para que fazer-se a limpeza da caixa d’água do município de Raposa.

Desde a sua construção feita pelo Sr. Jose Laci de Oliveira, como na época era Prefeito desta cidade, e até hoje nunca tinha feito uma manutenção de reparos e limpezas na caixa d’água da Vila Bom Viver.


O povo reclamava quando chegava água em suas residências, vinha muita barrenta e com muita ferrugem, então o vereador Laurivan vem agradece a Prefeita Talita Laci por atender ao pedido da população,  requerimento feito pelo Vereador Laurivan Nº 029/2018.

terça-feira, 16 de outubro de 2018
Uma guarnição do Batalhão de Bombeiros Marítimo (BBMar) realizou o resgate de um cadáver na Praia de São Marcos, em São Luís, na tarde desta terça-feira (16).

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por necropsia e aguardará o reconhecimento de familiares.

O nome da vítima não foi informado. No entanto, de acordo com os bombeiros, a vítima pode ser de um adolescente identificado como Jairon Almeida Mendes, de 15 anos, que desapareceu no último domingo (14), na Praia do Calhau.
O eleitor que fizer uma enquete nas redes sociais perguntando em quem seus amigos pretendem votar pode ser multado em até R$ 329 mil. A punição está prevista no artigo 23 da Resolução 23 549/2017 do TSE. O texto prevê que “é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.

General Mourão irá consultar TSE para tentar substituir Bolsonaro em debates.

Como não específica se pessoas físicas estão, ou não, incluídas na proibição, ela pode ser aplicada para todos os cidadãos ou empresas no país. O TSE confirmou, por telefone, que a proibição é nacional e vale para pessoas físicas.

De acordo com o TSE, porém, para que seja aplicada a cobrança, é preciso investigação por parte do Ministério Público Eleitoral e condenação por descumprimento da legislação.

Mariana Rabelo, chefe da seção de propaganda e anotações partidárias do TRE-MG, explica que a investigação pode acontecer tanto a partir de uma representação para o MPE, que é quando alguma pessoa ou entidade pede para que o órgão abra um inquérito, quanto por fiscalização própria do MPE.

Rabelo afirma, ainda, que “casos práticos” de pessoas condenadas em outras eleições por causa da criação de enquetes já ocorreram. “Um candidato ou um partido político que se sinta prejudicado pelo resultado da enquete, por exemplo, pode entrar com uma representação contra a pessoa”, ressalta. 


A regra veio há tona nesta semana por causa de tuíte do TRE de Tocantins, no qual informava que “as enquetes nas redes sociais estão proibidas não só para candidatos e partidos, mas também para qualquer cidadão”.

Em resposta à publicação, brincadeiras e críticas surgiram. “Você é contra proibirem enquetes?”, publicou o influem cer Cid, dono do ‘blog’ Não Salvo. “E a liberdade de expressão?”, questionou um internauta. Outro, ainda provocou o órgão e criou uma enquete: “Em quem você votará para presidente da República?”.
segunda-feira, 15 de outubro de 2018

CONCURSO PÚBLICO DE RAPOSA - MA

AVISO DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

A Comissão Organizadora do Instituto Machado de Assis, no exercício de suas competências, PRORROGA o prazo de inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de RAPOSA - MA, aberto pelo edital nº 01/2018, no período de 04 de setembro a 30 de outubro de 2018, sendo este também o último dia para pagamento da inscrição.


Informa aos candidatos que já efetuaram o pagamento de inscrição que a confirmação oficial da mesma dar-se-á através das INSCRIÇÕES DEFERIDAS.

Por fim, adverte aos candidatos que quaisquer dúvidas referentes ao concurso poderão ser esclarecidas através de um dos canais de atendimento de comunicação.

E-mail oficial: ima.concursoraposa@outlook.com
Telefone: (86) 3025-1017

Contatos

Cel: 098 985181073
joceiltongomes@gmail.com
fb/joceilton.gomes

Facebook

Dolar

Mercado de Geral

Bolsa de Valores