sábado, 8 de dezembro de 2018
Blogueiros (as), Jornalistas, Radialistas, Radialistas Comunitários, Radialistas Web, Comunicadores indígenas, Comunicadores de etnias, Mídias tradicionais, Mídias alternativas e influenciadores digitais formaram a Rede de Defesa de Comunicadores do Brasil

Nesta semana foi articulada a Rede Nacional de Defesa de Comunicadores para realizar ações concretas em defesa da liberdade de expressão. Foi com este objetivo que comunicadores do Brasil inteiro se reuniram no Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores, promovido pelo Instituto Vladimir Herzog, Artigo 19, Repórteres sem Fronteiras, Intervozes e Abraji, no Itaú Cultural, São Paulo.

Durante dois dias, vários comunicadores de todas as regiões do país debateram temas como a censura, a criminalização e a violência perpetrada contra aqueles que ousam denunciar abusos de poder e violações de direitos humanos, além da impunidade aos que ameaçam e cometem atos de violência contra o princípio básico e constitucional da liberdade de expressão.

O contexto político do país, de avanço das forças conservadoras, foi lembrado por Rogério Sottili, diretor executivo do IVH, na abertura do evento: “O governo que vem aí vê como inimigos os defensores da liberdade de expressão. Justamente por isso, precisamos estar cada vez mais juntos, mais articulados e um encontro como este é fundamental para nossas pretensões”.

A presença de representantes de todas as regiões do país foi celebrada por Giuliano Galli, coordenador do evento: “A questão da violência a comunicadores é nacional, mas há muitas diferenças entre as realidades vividas por cada um. Nosso encontro foi efetivamente nacional e, graças a isso, foi possível aumentar a compreensão sobre a complexidade e as particularidades que envolvem este problema”.

O encontro teve ainda a presença de Juca Kfouri, conselheiro do Instituto Vladimir Herzog, que relatou a história de Paulo Cezar de Andrade Prado, blogueiro independente que está preso por conta de críticas ao apresentador Milton Neves.

O Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores contou com o patrocínio da Embaixada do Reino dos Países Baixos e da Fundação Friedrich Ebert Stiftung, além do apoio da Human Rights Watch e do Itaú Cultural, que recebeu o evento. Foi criado um Comitê Gestor com membros de vários estados para que ameaças contra comunicadores brasileiros seja amplamente divulgado e repassado imediatamente para as autoridades competentes.

O compromisso do comitê que já está trabalhando a formatação da rede, é que outros encontros ocorram no próximo ano, em formato e local a serem definidos. O Maranhão se candidatou para receber os comunicadores de todo o Brasil, resta aguardar.
sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Uber aí espancou um cidadão chamado Aleef Henrique por ele ter perguntado a diferença do valor cobrado pelo motorista e o valor cobrado pelo aplicativo, e isso foi mesmo depois do meu (amigo da vitima) amigo pagar o valor imposto pelo motorista. Divulguem para que este motorista não faça mais isso com ninguém ( Informações do Amigo da Vitima)

A agressão foi registrada em vídeo (veja abaixo), e o homem, não identificado está sendo denunciado o ato aconteceu  no bairro do Vicente Fialho, dia 27/11 qualificado (motivo fútil, e sem possibilidade de defesa).


As agressões teriam ocorrido após um desentendimento.

a população quer que as autoridades tome as devidas providências e as apurações, que pessoas deste tipo não faça mais com a sociedade.

informações do carro do suspeito que agrediu o Aleef Henrique






Vídeo abaixo


quinta-feira, 29 de novembro de 2018
INSTITUTO MACHADO DE ASSIS
CONCURSO PÚBLICO DE RAPOSA - MA

     O instituto Machado de Assis informa aos candidatos dos cargos de nível médio, que a aplicação da prova Objetiva será realizada no dia 02/12/2018 nos seguintes turnos:

   Turno Manhã: Clique Aqui (Locais de Provas)   /  Endereço das Escolas -
  •          Agente Administrativo 

   Turno Tarde: Clique Aqui (Locais de Provas)    / Endereço das Escolas - Clique Aqui.
  •       Motorista
  •       Agente de Endemias
  •       Auxiliar de Farmácia
  •       Digitador
  •       Vacinador
  •       Guarda Municipal
quarta-feira, 28 de novembro de 2018

A Comissão Organizadora do Concurso AVISA que a aplicação da prova objetiva prevista para o dia 02/12/2018 foi modificada e se dará da seguinte forma:

Dia 02/12/2018 – Aplicação da prova aos cargos de nível médio;

Dia 09/12/2018 – Aplicação da prova aos cargos de nível fundamental.



Comunicamos que a divulgação dos locais de provas será publicado nas seguintes datas:



Locais de Provas Nível Médio : Divulgação 28/11/2018



Locais de Provas Nível Fundamental: Divulgação 03/12/2018



Teresina, 27 de novembro de 2018.

Comissão Organizadora do Concurso
sexta-feira, 23 de novembro de 2018
Como forma de fomentar o debate político, o Blog Joceilton Gomes realiza a partir de hoje (23) a primeira enquete sobre a disputa pela Prefeitura de Amapá do Maranhão em 2020.

 Abaixo, você escolhe aquele que pode ser o seu candidato daqui a dois anos.

Se o seu preferido não estiver na lista, escolha a opção “Outros”.

 A enquete ficará no ar por 15 dias.


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Como forma de fomentar o debate político, o Blog Joceilton Gomes realiza a partir de hoje (21) a primeira enquete sobre a disputa pela Prefeitura de Raposa em 2020.

Abaixo, você escolhe aquele que pode ser o seu candidato daqui a dois anos. Se o seu preferido não estiver na lista, escolha a opção “Nenhum”.

A enquete ficará no ar por 15 dias.
Urgente, ex-presidente da câmara de Cândido Mendes pode ser preso, o ex-vereador João Pereira Neto (Pereira), e pai do atual vereador Tayron Costa Pereira, presidiu a câmara municipal por quatro anos.

No período em que esteve presidente João Pereira Neto cometeu crimes de improbidade administrativa que somam mais de 200.000,00 mil reais.

O blog apurou que o TCE Tribunal de Contas do Estado do Maranhão reprovou suas contas e  identificou que o presidente contratou diversas empresas para fornecerem e prestarem serviços sem o devido processo licitatório, dentre os serviço e fornecimentos encontram-se: material gráfico, gêneros alimentícios, aluguel de veículos, dentre outros!..

O TCE identificou ainda que o presidente não efetuava o pagamento do INSS dos vereadores e servidores da casa, bem como não pagava o IRPF dos mesmo. Identificou ainda que  o mesmo pagou de forma ilegal mais de 20.000,00 mil para advogados fora dos padrões de legalidade. Somados todos desvios e a aplicação das multas impostas pelo TCE, o presidente terá que devolver mais de 200.000,00 mil reais aos cofres públicos do município..

















terça-feira, 20 de novembro de 2018

A atitude irracional dos vândalos está por toda parte. Em Raposa (MA), o alvo foram as belas e vulneráveis palmeiras plantadas na Avenida do Pescador, que ficaram completamente destroçadas.
O fato foi divulgado pela prefeitura de Raposa em suas redes sociais.

Ele disse que não foi a primeira vez que tal prática ocorre. Em agosto um vândalo havia quebrado as palmeiras, mas já foi identificado e será punido.

O delegado Marcone já sabe o suspeito, a polícia já esta com o vídeo que flagrou o meliante destruir o patrimônio publico, o delegado Marcone calda afirmou que o meliante será penalizado e será enquadrado na lei de patrimônio.


Art. 163.
Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:
Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.
Dano qualificado
Parágrafo único - Se o crime é cometido:
I - com violência à pessoa ou grave ameaça;
II - com emprego de substância inflamável ou explosiva, se o fato não constitui crime mais grave
III - contra o patrimônio da União, de Estado, do Distrito Federal, de Município ou de autarquia, fundação pública, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviços públicos; (Redação dada pela Lei nº 13.531, de 2017)
IV - por motivo egoístico ou com prejuízo considerável para a vítima:
Pena - detenção, de seis meses a três anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

sábado, 17 de novembro de 2018

O tucano Aécio Neves, um dos principais responsáveis pelo Brasil ter ingressado na era das trevas – com o golpe do impeachment, a quadrilha de Michel Temer, as hordas fascistas e a vitória do  Jair Bolsonaro –, é recordista em denúncias de corrupção no país. Apesar disto, ele nunca foi seriamente incomodado pela seletiva “Justiça”. O cambaleante sempre teve grandes amigos neste poder elitista – basta lembrar os afagos e risadas entre ele e o "justiceiro" Sergio Moro em um convescote da revista QuantoÉ. Agora, porém, sua situação ficou mais complicada. Ele virou pó na política e aspira pouco na carreira. Nesta sexta-feira (16), o jornal O Globo publicou uma matéria ácida contra o ex-chefão do falido PSDB. 

A reportagem de Aguirre Talento traz trechos do depoimento sigiloso de Waldir Rocha Pena, dono de um supermercado em Belo Horizonte. O empresário afirma que seu estabelecimento foi usado pela JBS para pagar propina a políticos e que ele pessoalmente fez entregas de dinheiro vivo a um primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), Frederico Pacheco, e a um ex-assessor do senador Zezé Perrella (MDB-MG), Mendherson Souza. Essas entregas, relatou o empresário, foram feitas em caixas de sabão em pó. Como aponta o jornal, o depoimento dado à Receita Federal e enviado à Procuradoria-Geral da República (PGR) corrobora a delação da JBS e constitui mais uma prova contundente do pagamento de propina ao grão-tucano e ao famoso dono do “helicoca”. 

Em sua delação premiada, Ricardo Saud, ex-diretor da JBS, havia relatado que garantiu os repasses para Aécio Neves por meio de operações financeiras com um supermercado de Belo Horizonte e da entrega de dinheiro a Frederico Pacheco, primo do tucano. Ele revelou ter repassado cerca de R$ 4 milhões ao tucano nessas operações. Waldir Pena, sócio do Supermercado BH Comércio de Alimentos, confirmou as denúncias e apenas deu novos detalhes. Ele não citou valores, mas a investigação obteve documentos contábeis que apontam que as entregas em dinheiro vivo totalizaram cerca de R$ 6 milhões, informa O Globo. 

Agora como superministro da Justiça de um governo neofascista, o ex-juiz Sergio Moro talvez nem se pronuncie sobre a nova denúncia contra Aécio Neves. Mas se for incomodado pela mídia chapa-branca, ele pode usar o mesmo argumento utilizado para aliviar a barra de Onyx Lorenzoni, que também foi acusado de usar caixa dois em campanhas eleitorais. O implacável justiceiro afirmou que seu novo coleguinha de ministério “já admitiu o erro e pediu desculpas”, o que já garantiria a sua inocência. Como ironizou o advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, criou uma nova norma penal. “É a extinção de punibilidade se houver pedido de desculpas. Talvez ele possa colocar isso nas tais medidas que está dizendo que vai aprovar contra a corrupção".
sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Familiares de João Miguel, menor de 5 anos que caiu em uma caieira e permanece em estado grave internado em Imperatriz, informaram que irão abrir hoje uma conta para receber ajudas.
Tem alguns dias que um mesmo texto percorre em grupos explicando que o tratamento da criança custa R$ 18 mil e apresenta contas bancarias diferentes pedindo ajuda, inclusive de outros estados.
Preocupados, familiares informaram que não houve autorização para depósitos em forma de ajudas em nenhuma conta e pedem que aguardem quando uma estiver oficialmente aberta, conta única.
Além disso, a Secretaria de Estado da Saúde já emitiu uma nota se responsabilizando pelo encaminhamento da criança a um hospital especializado em queimaduras com sede em Goiás.
A SES informou que aguarda apenas a liberação médica do menor que permanece em estado grave e não pode ser deslocado ainda para outro hospital.
Abaixo, o blog publica alguns depósitos e contas que estão disponíveis para receber ajudas, mas não autorizadas pela família.
Atualizado às 14h23: Conta oficial para receber as doações em nome da mãe da criança que sofre com as queimaduras é a seguinte:
Agencia 3642-O
Conta Corrente 35.879-7
Banco do Brasil
Titular: Idenilsa Costa Silva.

Exoneração do juiz federal Sérgio Moro tem vigência a partir de segunda-feira (19). Ele deixa cargo para assumir Ministério da Justiça e Segurança Pública .


O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, assinou, na tarde desta sexta-feira (16), o ato de exoneração do juiz federal Sérgio Moro, que tem vigência a partir de segunda-feira (19).

Moro deixa o cargo porque aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para chefiar o Ministério da Justiça e Segurança Pública a partir de 2019.

O pedido de exoneração do titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos da Lava Jato em 1º grau, foi recebido por Thompson Flores nesta manhã.

Nele, Moro justificou o motivo da antecipação do pedido de exoneração - já que pretendia fazê-lo em janeiro próximo à posse como ministro.

Leia a íntegra do requerimento abaixo:

"Como é notório, o subscritor foi convidado pelo Exmo. Sr. Presidente da República eleito para assumir a partir de janeiro de 2019 o cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública. Como é também notório, o subscritor manifestou a sua aceitação.

Isso foi feito com certo pesar, pois o subscritor terá que exonerar-se da magistratura.

Pretendia realizar isso no início de janeiro, logo antes da posseno novo cargo.Para tanto, ingressei em férias para afastar-me da jurisdição.Concomitantemente, passei a participar do planejamento das futuras ações de Governo a partir de janeiro de 2019.

Entretanto, como foi divulgado, houve quem reclamasse que eu, mesmo em férias, afastado da jurisdição e sem assumir cargo executivo, não poderia sequer participar do planejamento de ações do futuro Governo.

Embora a permanência na magistratura fosse relevante ao ora subscritor por permitir que seus dependentes continuassem a usufruir de cobertura previdenciária integral no caso de algum infortúnio, especialmente em contexto na qual há ameaças, não pretendo dar azo a controvérsias artificiais, já que o foco é organizar a transição e as futuras ações do Ministério da Justiça.

Assim, venho, mais uma vez registrando meu pesar por deixar a magistratura, requerer a minha exoneração do honroso cargo de juiz federal da Justiça Federal da 4º Região, com efeitos a partir de 19/11/2018, para que eu possa então assumir de imediato um cargo executivo na equipe de transição da Presidência da República e sucessivamente o cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública.

Destaco, por fim, o orgulho pessoal de ter exercido durante vinte e dois anos o cargode juiz federal e de ter integrado os quadros da Justiça Federal brasileira, verdadeira instituição republicana.

Fico à disposição para qualquer esclarecimento. Cordiais saudações".

Em entrevista ao Fantástico, Moro já falado sobre a relação entre o pedido de férias, comunicado no dia 5 deste mês, e a segurança da família.

"Vamos supor que, daqui a alguns dias, eu peça uma exoneração. Daqui a alguns dias acontece alguma coisa comigo, um atentado. Eu, tudo bem, morro, faz parte da profissão. Não gostaria, evidentemente. Mas minha família fica desamparada. Fica sem qualquer pensão", disse.

A Lava Jato com a saída de Moro
Temporariamente, as ações da Lava Jato estão sendo comandadas pela juíza substituta Gabriela Hardt. Ela fica à frente dos processos até que seja escolhido um novo titular – ela não pode assumir em definitivo por ser juíza substituta. A seleção é responsabilidade do TRF-4.

Vaga na 13ª Vara Federal
Depois da publicação do ato de exoneração do magistrado federal no Diário Oficial da União (DOU), o edital para concurso de remoção deve ser publicado.

A remoção é um concurso interno entre magistrados da Justiça Federal da 4ª Região, para preenchimento de vagas, de acordo com as regras estabelecidas na Resolução 32/2007 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na Resolução 1/2008 do Conselho da Justiça Federal (CJF) e no Regimento Interno do TRF4, artigo 371.

Após a publicação do edital, os juízes federais que desejarem concorrer à vaga de remoção têm o prazo de 10 dias para manifestação de interesse e três dias para desistência.

Depois, o processo é instruído e deve ter a duração de cerca de um mês.

O candidato deve ser escolhido de acordo com o critério da antiguidade. Primeiro, leva-se em conta o tempo no cargo de juiz federal na 4ª Região. Depois, a antiguidade no exercício no cargo de juiz federal substituto na 4ª Região e, por fim, o critério de classificação no concurso público.

A deliberação sobre o pedido de remoção cabe ao Conselho de Administração do TRF-4. O ato de remoção é expedido pelo Presidente do TRF-4 e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região.

Até que seja preenchida a vaga, a substituição até o exercício do novo juiz titular fica a cargo do juiz federal substituto da própria vara.

Não há redistribuição de processos, eles continuam atribuídos ao Juízo Federal, ou seja, a 13ª Vara Federal de Curitiba.
quinta-feira, 15 de novembro de 2018

O futuro presidente da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho (PDT), foi o entrevistado desta terça-feira (13), do programa Na Hora da Rádio 92,3 FM, apresentado pelos radialistas Flávio Chocolate e Isaías Rocha.

Durante a entrevista ele foi questionado sobre os principais desafios que poderá enfrentar como presidente do Legislativo. Em resposta, Osmar pontuou que não será uma gestão difícil, desde que trabalhe com comprometimento, agilidade e unindo forças em prol do bem-estar da cidade.

Em seu mandato, disse priorizar as relações com as instituições públicas, principalmente articular com os poderes a implantação de projetos políticos e sociais para o andamento dos trabalhos entre as esferas. Um exemplo disso, segundo o parlamentar, é manter o diálogo com a Assembleia Legislativa do Estado, ‘’ e assim unir forças’’ por São Luís. Outro ponto sublinhado, é estreitar as relações com o parlamento metropolitano e fortalecer o municipalismo.

Aproximar o parlamento do cidadão comum é prioridade para Osmar Filho. Para isso, irá instituir, durante sua gestão, o projeto ‘’Câmara em Movimento’’, uma ideia itinerante de levar para os vários pontos da cidade sessões plenárias com a participação dos moradores, que poderão sugerir pautas, fazer solicitações e requerimentos.

‘’Queremos trazer a população à Câmara ou levar o Legislativo para perto das pessoas, como é o caso do projeto-piloto Câmara em Movimento, que existe em outras cidades, e tem dado certo, apresentando resultados concretos. Por isso, uma marca da nossa gestão é consagrar o parlamento como um espaço ocupado pelo povo’’, destacou ele.
O presidente eleito da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), afirmou, nesta terça-feira (13), durante a visita de seu correligionário, o senador eleito Weverton Rocha, na sede daquele poder, que o PDT vem sendo protagonista da cena política no Maranhão ao longo dos anos e a cada eleição sai mais fortalecido.

“A visita do nosso senador eleito é um marco, é algo histórico. Ele vem fazendo constantes visitas às bases onde foi votado. Weverton Rocha acaba com aquela máxima de que o Senado é um local onde se busca uma zona de conforto, com a eleição apenas de ex-governadores, ex-ministros e de quem já está entrando em aposentadoria política. Ele vem para mostrar trabalho e trilha o caminho correto”, afirmou.

Conforme Osmar Filho o PDT é um partido que está se notabilizando pela sua força eleitoral. Conta com uma forte bancada na Assembleia Legislativa, tem o maior número de vereadores na Câmara, um grande número de prefeitos e que também vai ser protagonista das eleições estaduais em 2020.

“Não tenho a menor dúvida. O PDT se fortalece a cada dia porque tem um programa consolidado, que vem desde o período do saudoso Jackson Lago e o seu protagonismo no Maranhão mostra sua capacidade de luta e de aglutinação”, disse o vereador pedetista.

Osmar Filho garantiu que as eleições de outubro no Maranhão representaram um marco na história da política maranhense, uma vez que estabeleceu uma nova proposta do eleitorado, que decidiu inovar, 
elegendo novos representantes e varrendo do mapa eleitoral os políticos tradicionais.

Ainda sobre a visita de Weverton Rocha, Osmar Filho disse que ele já esteve em mais de 20 municípios após o pleito de outubro e acrescenta que ele, com certeza irá exercer um mandato extremamente positivo, por conta de sua larga visão.
A sessão plenária da Câmara Municipal de São Luís, desta terça-feira (30), foi marcada por diversos projetos e indicações na pauta do dia. Entre eles, um projeto de extrema relevância social foi aprovado pela Casa Legislativa.

O vice-presidente do parlamento, o vereador Osmar Filho (PDT), foi quem presidiu a sessão e comandou os trabalhos deste começo de semana.

O projeto, de autoria do vereador Sá Marques (PHS), tem o objetivo principal de regulamentar o comércio de Food Trucks em São Luís.

Osmar Filho sublinhou a importância do projeto para o desenvolvimento econômico da região.

“A área está em expansão na cidade, e viabiliza aos trabalhadores do ramo maior seguridade jurídica aos que exercem a atividade fast-food na cidade. Parabéns ao colega Sá Marques pela pauta sensível a essa demanda da nossa Ilha. Excelente apreciação de um projeto importante para nosso setor alimentício”, destacou o vereador.

Em sua página social, Osmar Filho também parabenizou o colega parlamentar pela autoria e à Câmara Municipal através da sua vereança pelo deferimento unânime.

Food Truck

A palavra traduzida do inglês, significa ” caminhão de comida”, ou carro de comida é um espaço móvel que transporta e vende refeições.

Os Food se popularizaram por se assemelharem a restaurantes sobre rodas e ao serviço goumert rápido e instantâneo.

Fonte: Ascom Ver. Osmar Filho
segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Facebook e Instagram enfrentam instabilidade na tarde desta segunda-feira (3), no Brasil. Segundo usuários no Twitter, o Messenger também apresenta avisos de erro. O problema nas redes sociais acontece tanto no navegador quanto nos aplicativos de celular Android e iPhone (iOS). No Facebook, várias mensagens são exibidas: "desculpe, algo deu errado", "manutenção obrigatória", "erro 2", "temporariamente indisponível", "service unavailable" entre outros. No Instagram, as informaçãos são "erro de rede desconhecido", "falha ao carregar. tentar novamente". Para algumas pessoas, o feed não carrega e não é possível postar Stories enquanto outros não conseguem fazer login. Estados Unidos e alguns países da Europa também estão sendo afetados.
sábado, 10 de novembro de 2018
A prefeita de Amapá do Maranhão, Tatiane Maia de Oliveira (PSDB), está na mira do Tribunal de Contas do Maranhão (TCMA). O Tribunal de Contas do Maranhão ira multá-lo em R$ 3 mil por dia, não respeitar as notificações referentes à não publicação no portal de transparência do município de informações sobre despesas e pagamentos.

Além da multa, o TCMA deu prazo de 30 dias para que a medida seja cumprida. Caso contrário, a penalidade será ainda maior. O titular do Blog fez uma Investigação aprofunda e apontam irregularidades no pagamento de obrigações de obras e serviços executados, funcionários fantasmas no município.

As determinações feitas à gestão dizem respeito à realização dos ajustes necessários no Portal Transparência para dar cumprimento à Lei Nº 12.527/2011, a lei de Acesso à Informação e à adoção de providências junto à Comissão de Patrimônio instaurada pela Portaria Nº 4/2014, para conclusão dos trabalhos de levantamento da composição patrimonial da Prefeitura, com o posterior registro da depreciação contábil dos bens.

Veja o sítio web Desatualizado e sem nenhuma informação de Diário Oficial e Portal da Transparência funcionando no sítio web Oficial do Município.

Site da Prefeitura Vejam Link de Acesso ao Site Oficial do Municipio.


Contatos

Cel: 098 985181073
joceiltongomes@gmail.com
fb/joceilton.gomes

Facebook

Dolar

Mercado de Geral

Bolsa de Valores